Processo seletivo para mestrado e doutorado em Materiais na UCS.


Estão abertas as inscrições ao processo seletivo do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciência dos Materiais (PGMat) da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

Mais informações:

Inscrições para mestrado acadêmico em Nanociência, Processos e Materiais Avançados (UFSC – Blumenau).


Estão abertas as inscrições para a seleção de candidatos para o Mestrado Acadêmico em Nanociência, Processos e Materiais Avançados (NPMat) da Universidade Federal de Santa Catarina – Campus Blumenau. O candidato deverá realizar sua inscrição online (no endereço https://adm.blumenau.ufsc.br/ppgnpmataté 30 de maio de 2019. A seleção será composta por uma prova escrita e pela análise de currículo.

O mestrado contempla uma área de concentração (Nanociência, Processos e Materiais Avançados) e duas linhas de pesquisa (Materiais, Processos e Transformações e Nanociência e Nanotecnologia), que visam ampliar as discussões e a compreensão do conhecimento na interface entre Física, Química, Ciência e Engenharia dos Materiais.

Para ver o edital e mais informações, acesse a página do programa: ppgnpmat.blumenau.ufsc.br

Email: ppgnpmat@contato.ufsc.br

Boletim da SBPMat. 80ª edição.


 

logo header 400

Boletim da
Sociedade Brasileira
de Pesquisa em Materiais

Edição nº 80. 30 de abril de 2019.

Nota Pública

O conselho e a diretoria da Sociedade Brasileira de Pesquisa em Materiais (SBPMat) vêm a público se manifestar contra os cortes anunciados para o orçamento do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que podem inviabilizar a pesquisa e a inovação tecnológica no País. (…)

Acesse aqui a nota pública na íntegra.

Eleições na SBPMat

Ocorrem neste ano as eleições para Diretoria Executiva e membros do Conselho Deliberativo da SBPMat. Já está aberto o prazo para inscrever chapas candidatas à Diretoria e para declarar interesse em ser membro do Conselho. Sócios com anuidade em dia poderão votar e ser votados. Conheça o calendário completo do processo eleitoral e outras informações úteis. Aqui.

newsletter

Da Ideia à Inovação

Tecnologia e conhecimento científico podem se transformar em produtos por meio da criação de startups. A Nanogreen é uma startup dedicada à fabricação de nanopartículas por técnicas a laser, criada em 2016 em Joinville (SC). Conheça o perfil, história e perspectivas desta startup e a visão de seus empreendedores. Aqui.

logo nanogreen news

Artigo em Destaque

Uma equipe de pesquisadores da UFMG desenvolveu um dispositivo capaz de gravar dados em formato binário em um material bidimensional e conservá-los por longos períodos. Com baixo consumo de energia e compatibilidade com plataformas flexíveis, o dispositivo aponta novas possibilidades ao desenvolvimento de memórias para eletrônicos vestíveis. O trabalho foi reportado na 2D Materials. Saiba mais.

paper news

Cientista em Destaque

Entrevistamos o cientista italiano Maurizio Prato, professor da Universidade de Trieste (Itália). Dono de um índice H de 119, Prato é especialista em adicionar moléculas orgânicas à superfície de nanomateriais de carbono, gerando materiais com alto impacto em segmentos como nanomedicina e energia. Ele proferirá uma das palestras plenárias no XVIII B-MRS Meeting. Saiba mais.

prato news

Novidades dos Sócios SBPMat

– O ex-presidente da SBPMat José Arana Varela, falecido em 2016, foi homenageado com nome de rua em Araraquara. Saiba mais.

O sócio fundador da SBPMat Edgar Zanotto (UFSCar) proferiu em Nova York a Samuel R. Scholes Award Lecture, distinção da Alfred University outorgada anualmente a pesquisadores de materiais vítreos mundialmente destacados. Saiba mais.

O sócio da SBPMat Victor C. Pandolfelli (UFSCar) é coautor do “melhor paper” 2017-2018 do Journal of the European Ceramic Society. Saiba mais.

– O ex-presidente da SBPMat Elson Longo (CDMF-UFSCar) e a sócia da SBPMat Camila Cristina de Foggi (Unesp) são coautores de artigo que consta entre os 100 papers da Scientific Reports mais lidos em 2018 na área de materiais. Saiba mais.

banner evento

XVIII B-MRS Meeting/ Encontro da SBPMat
(Balneário Camboriú, SC, 22 a 26 de setembro de 2019)

Site do evento: www.sbpmat.org.br/18encontro/

Submissão de trabalhos: prorrogada até 10 de maio.

Submissão de trabalhos. A submissão de resumos está aberta até 10 de maio. Notificações de aprovação, modificação ou rejeição serão enviadas até 31 de maio. Notificações finais para resumos que precisarem de modificação serão enviadas até 21 de junho. Veja as instruções para autores, aqui.

Local da abertura. A cerimônia de abertura, a palestra memorial e o coquetel de boas-vindas serão realizados no dia 22 de setembro (domingo) no complexo Cristo Luz, uma das principais atrações turísticas da cidade. Conheça o local, aqui.

Festa do evento. Será realizada no lounge do Green Valley, um destacado clube noturno. Saiba mais sobre o Green Valley, aqui. A festa contará com a impactante banda Brothers. Assista à Brothers, aqui.

Cidade-sede. Balneário Camboriú (SC) é um importante destino turístico que oferece praias urbanas e agrestes, ecoturismo e esportes de aventura, e passeios de barco, bondinho, bicicleta e teleférico – tudo dentro de uma paisagem única que combina serra, mar e arranha-céus. O visitante tem acesso a muitíssimas opções de gastronomia, hospedagem e compras, bem como à agitada vida noturna que se destaca no cenário brasileiro.

Simpósios. 23 simpósios propostos pela comunidade científica internacional compõem esta edição do evento. Veja a lista de simpósios, aqui.

Prêmios para estudantes. Para participar do Bernhard Gross Award, os autores deverão submeter um resumo estendido até 11 de julho, além do resumo convencional. Saiba mais, aqui.

Inscrições. Já estão abertas as inscrições. Saiba mais, aqui.

Local do evento. O encontro será realizado no Hotel Sibara Flat & Convenções, localizado no centro da cidade, próximo a hotéis, restaurantes e lojas, e a apenas 100 metros do mar. Saiba mais, aqui.

Palestra memorial. A tradicional Palestra Memorial Joaquim da Costa Ribeiro será proferida pela professora Yvonne Primerano Mascarenhas (IFSC – USP).

Palestras plenárias. Destacados cientistas de instituições da Alemanha, Espanha, Estados Unidos e Itália proferirão palestras plenárias sobre temas de fronteira no evento. Também haverá uma plenária do brasileiro Antônio José Roque da Silva, diretor do CNPEM e do projeto Sirius. Saiba mais sobre as plenárias, aqui.

Organização. O chair do evento é o professor Ivan Helmuth Bechtold (Departamento de Física da UFSC) e o co-chair é o professor Hugo Gallardo (Departamento de Química da UFSC). O comitê de programa é formado pelos professores Iêda dos Santos (UFPB), José Antônio Eiras (UFSCar), Marta Rosso Dotto (UFSC) e Mônica Cotta (Unicamp). Conheça todos os organizadores, aqui.

Expositores e patrocinadores. 31 empresas já confirmaram participação no evento e apoio/patrocínio. Empresas interessadas em participar podem entrar em contato com Alexandre no e-mail comercial@sbpmat.org.br.

Dicas de Leitura

– Impressão 4D: cientistas criam metamateriais capazes de mudar de forma e função e depois voltar à configuração original, com possíveis aplicações na indústria aeroespacial, biomedicina e robótica (paper da Materials Horizons). Saiba mais.

– Prédio sede do Centro de Tecnologia em Nanomateriais e Grafeno (CTNano) foi inaugurado no Parque Tecnológico de Belo Horizonte. Saiba mais.

Oportunidades

– Processo de seleção para professor assistente do Departamento de Física da PUC-Rio. Saiba mais.

– Concurso para professor da UFRPE. Saiba mais.

– Concurso para professor da Universidade do Estado do Amazonas. Saiba mais.

– Pós-doutorado no IF USP em sílicas nanoestruturadas para uso em vacinas. Saiba mais.

Processo seletivo do programa de pós-graduação em Física da UFSC. Saiba mais.

Processo seletivo para mestrado e doutorado em Materiais da Unifesp. Saiba mais.

– Seleção para mestrado e doutorado em Ciência dos Materiais na Unesp de Ilha Solteira. Saiba mais.

– Inscrições prorrogadas para o prêmio “Para Mulheres na Ciência”. Saiba mais.

Eventos

I Simpósio de Pesquisa e Inovação em Materiais Funcionais. São Carlos, SP (Brasil). 23 e 24 de maio de 2019. Site.

2019 E-MRS Spring Meeting e IUMRS – ICAM. Nice (França). 27 a 31 de maio de 2019. Site.

20th International Symposium on Intercalation Compounds (ISIC). Campinas, SP (Brasil). 2 a 6 de junho de 2019. Site.

10th International Conference on Materials for Advanced Technologies (ICMAT 2019). Cingapura. 23 a 28 de junho de 2019. Site.

X Método Rietveld. Fortaleza, CE (Brasil). 8 a 12 de julho de 2019. Site.

20th International Sol-Gel Conference. São Petersburgo (Rússia). 25 a 30 de agosto de 2019. Site.

21st Materials Research Society of Serbia Annual Conference (YUCOMAT 2019) e 11th IISS World Round Table Conference on Sintering (WRTCS 2019). Herceg Novi (Montenegro). 2 a 6 de setembro de 2019. Site.

XVIII B-MRS Meeting. Balneário Camboriú, SC (Brasil). 22 a 26 de setembro de 2019. Site.

XL CBRAVIC (Brazilian Congress on Vacuum Applications in Industry and Science). 7 a 11 de outubro de 2019. Site.

XII Brazilian Symposium on Glass and Related Materials. Lavras, MG (Brasil). 22 a 25 de outubro de 2019. Site.

19th Brazilian Workshop on Semiconductor Physics. Fortaleza, CE (Brasil). 18 a 22 de novembro de 2019. Site.

Siga-nos nas redes sociais

Você pode divulgar novidades, oportunidades, eventos ou dicas de leitura da área de Materiais, e sugerir papers, pessoas e temas para as seções do boletim. Escreva para comunicacao@sbpmat.org.br.

 

 

Da ideia à inovação: nanopartículas nacionais com tecnologia verde.


Um pouco da breve e intensa história da startup Nanogreen (Joinville, SC) e da visão de seus empreendedores.

box startupsA Nanogreen é uma startup empenhada em participar do incipiente mercado de produção nacional de nanopartículas. Essas partículas, que medem menos de 100 nanometros em pelo menos uma de suas dimensões, têm propriedades únicas devido a seu tamanho, e são capazes de conferir interessantes propriedades aos materiais aos quais são incorporadas. Além de serem objeto de intensa pesquisa, nanopartículas já são utilizadas para fabricar os mais diversos produtos, desde meias até embalagens de leite, passando por tintas e sensores um mercado cujo tamanho ainda é difícil determinar, mas movimenta bilhões de dólares no mundo.

Na Nanogreen, o principal diferencial competitivo é o método de fabricação das nanopartículas, baseado na técnica de ablação a laser. Resumidamente, consiste em utilizar amostras do material que vai compor as nanopartículas (por exemplo, titânio ou ouro) como alvos do laser. As amostras são submersas em líquido e se faz incidir o feixe de luz laser sobre elas. A radiação remove material da superfície do alvo, e, finalmente, o material ablacionado forma as nanopartículas no meio líquido.

Inovador no contexto industrial brasileiro, esse método, que se baseia em tecnologias de domínio público (não estão protegidas por patentes) se destaca pelo baixo impacto ambiental, sem uso de substâncias tóxicas. Além disso, o método consegue gerar nanopartículas dos mais diversos materiais, entre metais, polímeros, cerâmicas e, até mesmo, materiais orgânicos (a Nanogreen está realizando testes com cascas de árvores, por exemplo). Finalmente, através de mudanças nos parâmetros do processo e do meio de produção (água destilada, álcool, solvente etc.), é possível modificar o tamanho e distribuição das nanopartículas, o estado de aglomeração, a composição do produto final, e, até mesmo, funcionalizar a superfície das partículas de acordo com a necessidade do cliente.logo nanogreen

No momento, a Nanogreen trabalha com desenvolvimento personalizado de nanopartículas para a aplicação desejada pelo cliente. “Fazemos um desenvolvimento em conjunto, de forma a encontrar a melhor solução, trabalhando em forma de consultoria e desenvolvimento. Posteriormente, vendemos os produtos desenvolvidos sob encomenda”, conta Moisés Teixeira. Para o futuro, os empreendedores da Nanogreen planejam ter um portfólio de produtos desenvolvidos, prontos para serem fabricados sob demanda. “Isso nos permitirá focar somente no fornecimento, ou manter as duas frentes. Tudo isso vai depender de como o mercado e a tecnologia se comportarão, mas são cenas dos próximos capítulos”, completa. Gerar patentes a partir do trabalho de desenvolvimento também é uma possibilidade contemplada pelos empreendedores da Nanogreen.

A equipe de trabalho da startup é formada atualmente por três membros que reúnem formação acadêmica e experiência de pesquisa e desenvolvimento em técnicas a laser e em produção de nanopartículas. Para todos, a Nanogreen foi a primeira experiência de criação de empresa. Formado em Engenharia Mecânica (graduação pela UFSC e mestrado e doutorado pela Universidade de Osaka, Japão), o sócio Edson Costa Santos atua no desenvolvimento de negócios e contatos estratégicos. Além de CEO da Nanogreen, Costa Santos é hoje gerente sênior de inovação na Carl Zeiss AG, na Alemanha. O segundo sócio ativo, Moisés Felipe Teixeira, que possui graduação, mestrado e doutorado em curso em Ciência e Engenharia de Materiais pela UFSC, é responsável pela administração da empresa. Completa a equipe o bolsista Lucas Bóries Fachin, engenheiro químico pela UFSC, que trabalha com desenvolvimento de produto e pesquisa de novos materiais.

No quesito infraestrutura, a Nanogreen precisa de uma série equipamentos de fabricação e caracterização que a startup não tem condição de adquirir. Entretanto, os empreendedores superaram essa dificuldade por meio de parcerias e convênios com instituições de pesquisa e universidades, bem como pagamento de horas-máquina e terceirização de análises. De acordo com os empreendedores, a ideia é adquirir, assim que possível, uma máquina própria para a fabricação das nanopartículas por meio de recursos de editais, investidores externos ou empréstimo bancário.

Surgimento da startup

A ideia de trabalhar com ablação a laser surgiu há cerca de dez anos, a partir da experiência do sócio Edson Costa Santos com tecnologias a laser, durante seu doutorado no Japão. Contudo, os primeiros produtos foram desenvolvidos há cerca de três anos em caráter experimental dentro do Instituto de Inovação do SENAI, do qual Costa Santos era diretor. Ao ter contato direto com a tecnologia, os empreendedores viram o potencial do negócio. “Como não é o foco do Instituto o tipo de venda e negócio que hoje fazemos, a criação da empresa foi a melhor maneira de trazer essa tecnologia para o mercado brasileiro”, relata Costa Santos.

Um marco na breve história da Nanogreen foi a aprovação da incubação no Parque de Inovação Tecnológica de Joinville e Região (Inovaparq), ocorrida em 2016. Nesse momento, os sócios incubaram “apenas” uma ideia, surgida ao constatar a inexistência de fornecedores nacionais de nanopartículas de alguns materiais, combinada com a pouca personalização que os fornecedores tradicionais ofereciam. Os empreendedores da Nanogreen queriam trazer ao Brasil uma forma diferente de fabricar e fornecer produtos nanoparticulados. “Juntamos o desejo de empreender com uma tecnologia inovadora”, relembra Moisés. “Com a aprovação da incubadora, vimos que mais pessoas acreditavam em nós e que, a partir dali, tínhamos uma missão que já era maior que nós mesmos” completa.

Nesse primeiro momento, os empreendedores desembolsaram recursos próprios para custear a mensalidade da incubadora, os primeiros materiais para produção, contabilidade e tudo que fosse necessário. Porém, logo no primeiro ano de empresa constituída, em 2018, dois projetos da Nanogreen foram aprovados. No programa de apoio ao empreendedorismo inovador Sinapse da Inovação, a Nanogreen recebeu R$ 100.000 para investir na empresa, desenvolver um projeto e contratar um bolsista (o Lucas Bóries Fachin). No Edital de Inovação para a Indústria, a Nanogreen recebeu R$ 500.000 para desenvolver um projeto. “Aqui já tivemos os primeiros sinais de que havia mais pessoas acreditando na nossa ideia”, diz Fachin.

Ainda em 2018, a Nanogreen foi contemplada pelo programa InovAtiva Brasil, dedicado a “acelerar” startups. “Fomos reconhecidos dentro do programa como uma das empresas destaque daquele ano por uma equipe de mentores especializados”, lembra Lucas. “Esta premiação foi o auge da empresa até o momento e obter esse reconhecimento foi uma forma de mostrar que estamos no caminho certo e que há muitas pessoas que veem em nossa ideia um potencial tecnológico de poder mudar o mundo”, completa.

De acordo com os empreendedores, muitas discussões, pivotagens e mudanças de planos foram acontecendo ao longo da curta e intensa jornada da Nanogreen. O ano de 2019 trouxe a primeira operação comercial da startup: um contrato de pesquisa e desenvolvimento com uma grande empresa têxtil para otimização de alguns produtos.  “Além disso, temos alguns projetos de subvenção com empresas parceiras já sendo desenvolvidos, porém a primeira nota fiscal será emitida por agora”, comenta Costa Santos.

Equipe atual de empreendedores da Nanogreen. A partir da esquerda: Edson Costa Santos, Moisés Felipe Teixeira e Lucas Bóries Fachin.
Equipe atual de empreendedores da Nanogreen. A partir da esquerda: Edson Costa Santos, Moisés Felipe Teixeira e Lucas Bóries Fachin.

Veja nossa entrevista com os empreendedores.

Boletim da SBPMat: – Quais foram os fatores mais importantes no sentido de viabilizar a criação e desenvolvimento da startup?

Nanogreen: – Devido ao caráter altamente científico e especializado da Nanogreen, sem dúvidas o maior fator para viabilizar a empresa até o momento foi o conhecimento técnico dos sócios. Por trabalharmos com uma tecnologia nova e avançada, o conhecimento de fabricação e aplicação é o que permitiu a incubação e a aprovação nos editais citados. Além da necessidade do profundo conhecimento do laser, técnicas de caracterização, como microscopia eletrônica de varredura, caracterização química, técnicas de medição de concentração e força de coesão são importantíssimas para o bom desenvolvimento do produto. Além disso, com as aprovações vieram oportunidades de participação em eventos e mentorias do Sinapse da Inovação e do InovAtiva Brasil, por exemplo, que estão ajudando em questões jurídicas, contábeis e de negócios, que costumam ser o mais complicado para quem, como nós, tem origem na parte técnica.

Boletim da SBPMat: – Quais foram as principais dificuldades enfrentadas até momento pela startup?

Nanogreen: – A principal dificuldade neste início é o investimento inicial, onde faltam recursos para investimentos na empresa e para contratação de pessoas. Num negócio altamente científico e de pesquisa e desenvolvimento intensivo como a nanotecnologia, o custo inicial é consideravelmente alto para termos os primeiros retornos, no entanto tal investimento não está disponível sem que os investidores ou clientes vejam a tecnologia validada na prática em empresas, mas para tal validação precisamos do primeiro desenvolvimento, o que cai em um ciclo meio complicado. Por isso, é tão importante a existência de editais de fomento e subvenção para novas tecnologias. Quando estamos falando de empresas de TI e software, investimentos são mais baixos e os retornos são mais rápidos, o que explica a facilidade de investimento e a quantidade de empresas que vemos nessas áreas. Já o desenvolvimento industrial e de materiais fica um pouco para trás com isso.

Boletim da SBPMat: – Qual é, na sua visão, a principal contribuição da startup para a sociedade?

Nanogreen: – Introduzir no mercado nacional um fabricante de nanoparticulados, aumentando a concorrência interna e diminuindo a necessidade de importação. Isso reduziria tempo e taxas de importação, barateando custos de alguns produtos que precisam desta tecnologia e podendo viabilizar aplicações. Fora isso, trabalhamos com uma tecnologia considerada verde, que não usa solventes ou produtos tóxicos para a produção das nanopartículas. Isso garante que nosso produto seja consideravelmente mais puro que o produzido por rotas químicas, mas também evita a necessidade de tratamento de efluentes, risco de vazamentos para rios e lençóis freáticos e por aí vai. Dessa maneira, estamos contribuindo para evitar ainda mais a degradação do meio ambiente.

Boletim da SBPMat: – Qual é sua meta/seu sonho para a startup?

Nanogreen: – A meta é sermos o maior e mais inovador fabricante de nanoparticulados sem uso de produtos tóxicos do Brasil, em um curto espaço de tempo, e no futuro expandir essa reputação para a América Latina. Está nos nossos planos também a internacionalização da Nanogreen, e existem hoje diversos programas brasileiros de apoio a iniciativas assim!

Boletim da SBPMat: – Deixe uma mensagem para as pessoas que avaliam a possibilidade de criar uma startup.

Moisés Teixeira: – A minha mensagem para quem está lendo esta matéria e sonha em abrir uma startup é que você é do tamanho do seu sonho. Por isso, sonhe alto, sonhe grande. Se você tem uma boa ideia, vontade de empreender e tempo para se dedicar, mergulhe de cabeça. Ninguém irá tentar colocar sua ideia em prática, a não ser você, então acredite, tente, trabalhe duro e faça acontecer. Vários obstáculos irão aparecer no caminho, mas quando você acredita, tudo é possível. Por fim, ninguém melhor para tocar seu negócio do que você mesmo, então esteja presente, arregace a manga e coloque a mão na massa. O que posso dizer é que depois que você entra nesse mundo, não há mais volta, empreender é uma paixão e vicia.

Sócio da SBPMat é coautor do “melhor paper” 2017-2018 do Journal of the European Ceramic Society.


Prof. Victor C. Pandolfelli
Prof. Victor C. Pandolfelli

O professor Victor C. Pandolfelli (DEMa – UFSCar), sócio da SBPMat, é um dos coautores do artigo científico eleito para o JECS Best Paper Award, um prêmio bienal do Journal of the European Ceramic Society (fator de impacto 3,794) para  o melhor paper publicado nessa revista. 

O artigo escolhido para o período 2017-2018 é “Nacre-like ceramic refractories for high temperature applications” (http://dx.doi.org/10.1016/j.jeurceramsoc.2017.10.042), e é assinado por sete autores, sendo quatro deles brasileiros, inclusive Pandolfelli.

O JECS Best Paper Award será entregue durante a 16th Conference and Exibition of the European Ceramic Society (Turim, Itália, 16 a 22 de junho de 2019). Será a primeira vez que o prêmio é entregue a autores do continente americano.

De acordo com Pandolfelli, o trabalho propõe um novo material cerâmico avançado, de custo relativamente baixo e processamento simples, para aplicações em temperaturas de até 1.400°C. O material apresenta alta resistência mecânica e alta energia de fratura. Sua microestrutura é bioinspirada.

Figura indica a propagação da trinca em um plano perpendicular ao de carregamento mecânico, muito similar ao que aconteceria quando se ensaia, por exemplo, um pedaço de bambu.
Figura indica a propagação da trinca em um plano perpendicular ao de carregamento mecânico, muito similar ao que aconteceria quando se ensaia, por exemplo, um pedaço de bambu.

Pós-doutorado em concentradores solares luminescentes na UNESP.


Bolsa de pós-doutorado (2 anos) para trabalhar em grupo do Instituto de Química da UNESP, em Araraquara (SP), em projeto de concentradores solares luminescentes. Inscrições até 17 de maio.

Mais informações em: https://www.researchgate.net/job/929186_Post-doctoral_Fellowship_in_Materials_Chemistry

Boletim da SBPMat. 79ª edição.


 

logo header 400

Boletim da
Sociedade Brasileira
de Pesquisa em Materiais

Edição nº 79. 31 de março de 2019.

Notícias da SBPMat

XVIII B-MRS Meeting. O prazo para submissão de resumos encerra em 15 de abril. Veja a mensagem dos coordenadores do evento, direcionado a toda a comunidade cientifica. Aqui.

Programa University Chapters. Equipes de estudantes da UFMS e UNIFESP São José dos Campos se incorporam ao programa da SBPMat, que passa a ter presença nas 5 regiões do Brasil. Saiba mais.

Eleições para Diretoria e Conselho. A SBPMat apresenta a comissão eleitoral, que está conduzindo o processo. Saiba mais.

Anuidades 2019. Os boletos referentes à anuidade 2019 ainda podem ser encontrados pelos sócios em suas áreas no site da SBPMat. Estudantes e profissionais que ainda não são sócios podem se associar a qualquer momento. Pagamento da anuidade é condição para participar das eleições, que ocorrem neste ano. Saiba mais.

Artigo em Destaque

Uma equipe de pesquisadores da UFABC e UNICAMP desenvolveu um filme que libera simultaneamente dois ativos antibacterianos e anticancerígenos. Testado in vitro, o material demonstrou eficiência na eliminação de bactérias e de células cancerígenas. O filme tem potencial para ser usado no tratamento tópico de lesões infecciosas e tumores malignos. O trabalho foi reportado no ACS Applied Materials and Interfaces. Saiba mais.

figura news

Cientista em Destaque

Nossa entrevista do mês é com a cientista que protagonizou a introdução e o desenvolvimento, no Brasil, da cristalografia estrutural e molecular por raios X – hoje amplamente utilizada em nossa comunidade. Na área, ela fundou o primeiro laboratório e uma sociedade científica. Também formou várias gerações de cristalógrafos estruturais hoje distribuídos pelo país, além de colaborar com dezenas de cientistas de diversas áreas para desvendar a estrutura de materiais e moléculas. Trata-se de Yvonne Primerano Mascarenhas (USP), que será homenageada pela SBPMat no XVIII B-MRS Meeting. Saiba mais.

yvonne news 2

Novidades dos Sócios SBPMat

– O sócio da SBPMat Aldo J. G. Zarbin (UFPR) escreveu sobre futuro da Química na Nature Chemistry a convite da revista. Saiba mais.

banner evento

XVIII B-MRS Meeting/ Encontro da SBPMat
(Balneário Camboriú, SC, 22 a 26 de setembro de 2019)

Site do evento: www.sbpmat.org.br/18encontro/

Prazo para submissão de trabalhos encerra em 15 de abril.

Submissão de trabalhos. A submissão de resumos está aberta até 15 de abril. Notificações de aprovação, modificação ou rejeição serão enviadas até 31 de maio. Notificações finais para resumos que precisarem de modificação serão enviadas até 21 de junho. Veja as instruções para autores, aqui.

Simpósios. 23 simpósios propostos pela comunidade científica internacional compõem esta edição do evento. Veja a lista de simpósios, aqui.

Prêmios para estudantes. Para participar do Bernhard Gross Award, os autores deverão submeter um resumo estendido até 11 de julho, além do resumo convencional. Saiba mais, aqui.

Inscrições. Já estão abertas as inscrições. Saiba mais, aqui.

Local do evento. O encontro será realizado no turístico Balneário Camboriú (SC), no Hotel Sibara Flat & Convenções, localizado no centro da cidade, próximo a hotéis, restaurantes e lojas, e a apenas 100 metros do mar. Saiba mais, aqui.

Palestra memorial. A tradicional Palestra Memorial Joaquim da Costa Ribeiro será proferida pela professora Yvonne Primerano Mascarenhas (IFSC – USP).

Palestras plenárias. Destacados cientistas de instituições da Alemanha, Espanha, Estados Unidos e Itália proferirão palestras plenárias sobre temas de fronteira no evento. Também haverá uma plenária do brasileiro Antônio José Roque da Silva, diretor do CNPEM e do projeto Sirius. Saiba mais sobre as plenárias, aqui.

Organização. O chair do evento é o professor Ivan Helmuth Bechtold (Departamento de Física da UFSC) e o co-chair é o professor Hugo Gallardo (Departamento de Química da UFSC). O comitê de programa é formado pelos professores Iêda dos Santos (UFPB), José Antônio Eiras (UFSCar), Marta Rosso Dotto (UFSC) e Mônica Cotta (Unicamp). Conheça todos os organizadores, aqui.

Expositores e patrocinadores. 31 empresas já confirmaram participação no evento e apoio/patrocínio. Empresas interessadas em participar podem entrar em contato com Alexandre no e-mail comercial@sbpmat.org.br.

Dicas de Leitura

– Usando técnica experimental avançada e simulações, cientistas revelam detalhes de como ocorre a formação de cristais, camada por camada, no nível atômico. Estudo contribui ao desenvolvimento de materiais de altíssima qualidade (paper da Nature Physics). Saiba mais.

– Cientistas conseguem produzir nanoestruturas de metais cristalinos usando nanomoldes. Além de superar os desafios experimentais e criar técnica simples, eles explicaram os mecanismos envolvidos nessa nanomodelagem (paper da Physical Review Letters). Saiba mais.

– Pesquisa liderada por cientistas do Brasil contribui ao desenvolvimento de fotocatalisadores cerâmicos muito estáveis, necessários para produzir combustíveis alternativos a partir de CO2 e fotossíntese artificial. Estudo é destacado por The American Ceramic Society (paper de The Journal of Physical Chemistry C). Saiba mais.

Inovação. Parceria entre empresa brasileira de nanotecnologia e indústrias têxteis levará em breve ao mercado novos tecidos funcionais que protegem do calor, raios UV e insetos, além de evitar odores. Saiba mais.

Oportunidades

– Concurso para professor do DEMa-UFSCar na área de materiais cerâmicos. Saiba mais.

– Bolsa para pós-doutorado em Físico-Química de coloides (biomateriais e polímeros naturais) na UNICAMP. Saiba mais.

– Processo seletivo para doutorado em Ciência dos Materiais na UFMS. Saiba mais.

– Sociedades mexicanas de materiais recebem propostas de simpósios para o XXIX IMRC que ocorrerá em agosto de 2020 em Cancun (México). Saiba mais.

WIN Rising Star Award in Nanoscience and Nanotechnology nominations. Saiba mais.

Eventos

Workshop “Além dos 10E7 Ciclos: novo conceito em fadiga”. Rio de Janeiro, RJ (Brasil). 2 de abril de 2019. Site.

International Workshop on Advanced Magnetic Oxides (IWAMO 2019). Aveiro (Portugal). 15 a 17 de abril de 2019. Site.

I Simpósio de Pesquisa e Inovação em Materiais Funcionais. São Carlos, SP (Brasil). 23 e 24 de maio de 2019. Site.

2019 E-MRS Spring Meeting e IUMRS – ICAM. Nice (França). 27 a 31 de maio de 2019. Site.

20th International Symposium on Intercalation Compounds (ISIC). Campinas, SP (Brasil). 2 a 6 de junho de 2019. Site.

10th International Conference on Materials for Advanced Technologies (ICMAT 2019). Cingapura. 23 a 28 de junho de 2019. Site.

X Método Rietveld. Fortaleza, CE (Brasil). 8 a 12 de julho de 2019. Site.

20th International Sol-Gel Conference. São Petersburgo (Rússia). 25 a 30 de agosto de 2019. Site.

21st Materials Research Society of Serbia Annual Conference (YUCOMAT 2019) and 11th IISS World Round Table Conference on Sintering (WRTCS 2019). Herceg Novi (Montenegro). 2 a 6 de setembro de 2019. Site.

XVIII B-MRS Meeting. Balneário Camboriú, SC (Brasil). 22 a 26 de setembro de 2019. Site.

19th Brazilian Workshop on Semiconductor Physics. Fortaleza, CE (Brasil). 18 a 22 de novembro de 2019. Site.

Siga-nos nas redes sociais

Você pode divulgar novidades, oportunidades, eventos ou dicas de leitura da área de Materiais, e sugerir papers, pessoas e temas para as seções do boletim. Escreva para comunicacao@sbpmat.org.br.

SBPMat apresenta Comissão Eleitoral 2019.


Comissão eleitoral SBPMat 2019: Cícero Cena da Silva, Laura Péres e Marco Cremona.
Comissão eleitoral SBPMat 2019: Cícero Cena da Silva, Laura Péres e Marco Cremona.

A SBPMat tem o prazer de apresentar a comissão encarregada de organizar o processo que culminará, no final deste ano, com a eleição da próxima Diretoria Executiva e de membros do  Conselho Deliberativo da sociedade. Todos os sócios ativos com anuidade de 2019 paga serão elegíveis e poderão votar.

Os membros da Comissão Eleitoral são:

Em breve, a comissão disponibilizará o calendário da eleição e outras informações no site da SBPMat. As informações serão divulgadas no boletim eletrônico e mídias sociais da SBPMat, além de enviadas por e-mail (mala direta) aos sócios ativos.

 

A atual Diretoria Executiva da SBPMat agradece a participação da professora Péres e dos professores Cena e Cremona na organização deste importante processo da Sociedade.

Mais duas universidades participam do programa University Chapters da SBPMat.


Membros e tutor do UC da UFMS.
Membros e tutor do UC da UFMS.

A partir deste mês de março, com a incorporação de uma unidade de University Chapter (UC) na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), as cinco regiões do Brasil estão presentes no mapa dos UCs da SBPMat. Além disso, o mapa do programa ganha um novo ponto no estado de São Paulo, mediante a participação de uma equipe no campus São José dos Campos da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

O programa UCs, que agora conta com 11 unidades, congrega equipes de estudantes de graduação e pós-graduação de universidades brasileiras em torno de atividades complementares à formação acadêmica.

De acordo com o presidente do UC da UFMS, o mestrando Gustavo Sander Larios, a criação do UC foi motivada pelo desejo de aumentar a interação entre estudantes de diferentes laboratórios, departamentos e grupos de pesquisa. Nesse sentido, a equipe da UFMS, que é formada por estudantes de graduação, mestrado e doutorado das áreas de Ciência dos Materiais, Física e Química, vai estimular a organização de seminários e encontros científicos envolvendo membros do UC e pesquisadores da SBPMat. “Pretendemos promover atividades que estimulem o desenvolvimento do conhecimento científico, perante as tendências nacionais e internacionais de pesquisas, proporcionadas através da interação entre os membros do UC”, completa Larios. O tutor desta unidade é o professor Cícero Rafael Cena da Silva.

Membros e tutor do UC da UNIFESP - São José dos Campos.
Membros e tutor do UC da UNIFESP – São José dos Campos.

No UC da UNIFESP de São José dos Campos, o principal objetivo é disseminar a Engenharia e Ciência de Materiais entre universitários de toda a região do Vale do Paraíba e também na sociedade como um todo, contam a mestranda Verônica Ribeiro dos Santos, presidente da unidade, e o professor Manuel Henrique Lente, tutor do UC. A equipe pretende “desvendar o conceito de Engenharia de Materiais, uma vez que para muitos ainda é uma incógnita, visto a grande diversidade de áreas de atuação que o profissional desta esfera é capaz de exercer”. De acordo com a mestranda e o professor, o grupo aspira, no futuro, tornar o UC uma fonte extracurricular de conhecimento científico e tecnológico e ampliar o número de membros. Algumas das atividades que a equipe pretende promover são: ciclos de seminários envolvendo estudantes e pesquisadores da UNIFESP e outras instituições; palestras de representantes de agências de apoio à C&T, entidades de classe, setores industriais etc.; visitas técnicas a institutos de P&D, empresas e incubadoras; cursos de verão; palestras de divulgação em escolas de ensino médio. Para realizar as atividades, o UC conta com uma populosa equipe de 24 estudantes de graduação (Bacharelado em Ciência e Tecnologia e Engenharia de Materiais), três de mestrado e um de doutorado (Pós-graduação em Engenharia e Ciência de Materiais, PPGECM), todos da UNIFESP.

Conheça o Programa UCs da SBPMat e as onze unidades que possui até o momento nos estados de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul e São Paulo: http://sbpmat.org.br/university-chapters/

Boletim da SBPMat. 78ª edição.


 

logo header 400

Boletim da
Sociedade Brasileira
de Pesquisa em Materiais

Edição nº 78. 28 de fevereiro de 2019.

Anuidades 2019 e novos sócios

Sócios da SBPMat já podem encontrar os boletos referentes à anuidade 2019 em suas áreas de sócios, inserindo login e senha no cabeçalho do site da SBPMat. Estudantes e profissionais que ainda não são sócios estão convidados a fazer parte. Mais informações.

Artigo em Destaque

Uma equipe de pesquisadores da UFPR desenvolveu um método simples, limpo e muito eficiente para produzir hidrogênio. Os cientistas utilizaram filmes finos de grafeno e nanopartículas metálicas como catalisadores de uma reação química espontânea que ocorre entre borohidreto e água. O trabalho foi reportado no Journal of Materials Chemistry A. Saiba mais.

hidrogenio_news

Cientista em Destaque

Entrevistamos Juliana Davoglio Estradioto. Esta jovem de 18 anos é detentora de uma coleção de prêmios nacionais e internacionais recebidos por trabalhos de pesquisa realizados durante o ensino médio no IFRS, nos quais desenvolveu materiais biodegradáveis a partir de resíduos agroindustriais e criou aplicações para eles. Veja nossa entrevista.

juliana news

Novidades dos Sócios SBPMat

– O sócio da SBPMat Sidney Ribeiro (IQ – UNESP Araraquara) foi nomeado editor associado da revista Frontiers in Chemistry- Inorganic Chemistry. Saiba mais.

Notícias da SBPMat

– O Programa University Chapters comemora o estabelecimento de sua 9ª unidade, formada por um grupo de 15 estudantes de diversas áreas da UFPE. Saiba mais.

banner evento

XVIII B-MRS Meeting/ Encontro da SBPMat
(Balneário Camboriú, SC, 22 a 26 de setembro de 2019)

Site do evento: www.sbpmat.org.br/18encontro/

Veja o convite à submissão de trabalhos, aqui.

Submissão de trabalhos. A submissão de resumos está aberta até 15 de abril. Notificações de aprovação, modificação ou rejeição serão enviadas até 31 de maio. Notificações finais para resumos que precisarem de modificação serão enviadas até 21 de junho. Veja as instruções para autores, aqui.

Simpósios. 23 simpósios propostos pela comunidade científica internacional compõem esta edição do evento. Veja a lista de simpósios, aqui.

Prêmios para estudantes. Para participar do Bernhard Gross Award, os autores deverão submeter um resumo estendido até 11 de julho, além do resumo convencional. Saiba mais, aqui.

Inscrições. Já estão abertas as inscrições. Saiba mais, aqui.

Local do evento. O encontro será realizado no turístico Balneário Camboriú (SC), no Hotel Sibara Flat & Convenções, localizado no centro da cidade, próximo a hotéis, restaurantes e lojas, e a apenas 100 metros do mar. Saiba mais, aqui.

Palestra memorial. A tradicional Palestra Memorial Joaquim da Costa Ribeiro será proferida pela professora Yvonne Primerano Mascarenhas (IFSC – USP).

Palestras plenárias. Destacados cientistas de instituições da Alemanha, Espanha, Estados Unidos e Itália proferirão palestras plenárias sobre temas de fronteira no evento. Também haverá uma plenária do brasileiro Antônio José Roque da Silva, diretor do CNPEM e do projeto Sirius. Saiba mais sobre as plenárias, aqui.

Organização. O chair do evento é o professor Ivan Helmuth Bechtold (Departamento de Física da UFSC) e o co-chair é o professor Hugo Gallardo (Departamento de Química da UFSC). O comitê de programa é formado pelos professores Iêda dos Santos (UFPB), José Antônio Eiras (UFSCar), Marta Rosso Dotto (UFSC) e Mônica Cotta (Unicamp). Conheça todos os organizadores, aqui.

Expositores e patrocinadores. 29 empresas já confirmaram participação no evento e apoio/patrocínio. Empresas interessadas em participar podem entrar em contato com Alexandre no e-mail comercial@sbpmat.org.br.

Dicas de Leitura

– Ao encapsular grafeno em nitreto de boro, cientistas conseguem imprimir padrões com nanolitografia, abrindo possibilidades de uso do material em nanoeletrônica (paper da Nature Nanotechnology). Saiba mais.

– Cientistas melhoram atividade de nanocatalisadores de alumínio ao revesti-los com MOFs usando estratégia inspirada no processo de petrificação natural da madeira (paper da Science Advances). Saiba mais.

– Materiais quânticos: Cientistas confirmam experimentalmente que material topológico de espessura atômica conduz eletricidade nas bordas, abrindo possibilidade de uso em computadores quânticos (paper da Science Advances). Saiba mais.

Oportunidades

Invitation to organize the official International Sol-Gel Society Conference in 2021. Saiba mais.

– Concurso para professor do Instituto de Física da UFU. Saiba mais.

– Processo seletivo para ingresso ao mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais do PPGCEM-UFABC. Saiba mais.

Eventos

International Workshop on Advanced Magnetic Oxides (IWAMO 2019). Aveiro (Portugal). 15 a 17 de abril de 2019. Site.

2019 E-MRS Spring Meeting e IUMRS – ICAM. Nice (França). 27 a 31 de maio de 2019. Site.

20th International Symposium on Intercalation Compounds (ISIC). Campinas, SP (Brasil). 2 a 6 de junho de 2019. Site.

10th International Conference on Materials for Advanced Technologies (ICMAT 2019). Cingapura. 23 a 28 de junho de 2019. Site.

20th International Sol-Gel Conference. São Petersburgo (Rússia). 25 a 30 de agosto de 2019. Site.

XVIII B-MRS Meeting. Balneário Camboriú, SC (Brasil). 22 a 26 de setembro de 2019. Site.

19th Brazilian Workshop on Semiconductor Physics. Fortaleza, CE (Brasil). 18 a 22 de novembro de 2019. Site.

Siga-nos nas redes sociais

Você pode divulgar novidades, oportunidades, eventos ou dicas de leitura da área de Materiais, e sugerir papers, pessoas e temas para as seções do boletim. Escreva para comunicacao@sbpmat.org.br.