Two PD positions available for glass research.


Applications for postdoctoral fellowships are invited for conducting fundamental and innovative research at the Center for Research, Technology and Education in Vitreous Materials (CeRTEV). One of the positions is to work at the LEMAF – Laboratory of Spectroscopy of Functional Materials at Physics Institute of USP in São Carlos and the other at the LAVIE – Laboratory of Special Glasses at Chemistry Institute of UNESP, in in Araraquara, Brazil; The period of the fellowship is two years, starting in SeptemberOctober 2019, renewable for two additional years upon mutual consent.

CeRTEV is an 11-year (started in 2013) joint effort of the Federal University at São Carlos (UFSCar), the University of São Paulo (USP) and the São Paulo State University (UNESP), to research the area of Functional Glasses and Glass-Ceramics.

The post-doctoral research will be focused on fundamental investigations in optical and magnetic glasses with views to innovative applications. Position one will focus on the development (design, synthesis and characterization) of optical glasses for photonic and biophotonic applications among which could be sensing (ionizing radiation, temperature, gas, etc), optical amplifying, lasing, etc. Position two will focus on the synthesis and characterization of different families of glasses and glass-ceramics (oxide, phosphate and fluoride) with magnetic properties. This is a very new field of application for glasses and many opportunities and possibilities are available. Previous experiences with magnetic characterization techniques and/or synthesis of magnetic nanoparticles are also desired.

The researcher is expected to conduct the post-doc activities in one of the joint CeRTEV laboratories cited above under supervision ofthe leading Principal Investigator in these labs, but also working in close collaboration with the other CeRTEV researchers and students.

Applicants should have a Ph.D. degree in Physics, Chemistry, Materials Science or Engineering (knowledge in electronics and device building is also welcome), previous experience in glass science, solid state physics or chemistry is advantageous. The language requirements are English, Spanish, French or Portuguese.

The monthly fellowships (non-taxable) include ca. BRL 7,373,10 -plus 15% professional expenses (e.g., for travel). Our post-docs from Canada, Russia, Iran, India, Colombia, Pakistan and Brazil typically spend from BRL2000 to BRL2500/month for comfortable living style. Travel expenses from and to their home countries will also be covered.

Please send your application including CV, list of publications, a 2-page research proposal, and the names and email addresses of two senior references by July 10, 2019 to the following persons: Profa. Andrea de Camargo (email- andreasc@ifsc.usp.br) and Prof. Marcelo Nalin (email – marcelo.nalin@unesp.br)

História da pesquisa em Materiais no Brasil: 40 anos do primeiro laboratório de pesquisa em vidros do Brasil.


box-lamavO primeiro laboratório do Brasil dedicado ao estudo dos materiais vítreos completa 40 anos neste mês de dezembro de 2016. Esse laboratório, que iniciou suas atividades com apenas um forninho tipo mufla de até 1.100 °C, hoje possui 18 fornos, 4 dois quais chegam aos 1.750 °C, e mais três dezenas de equipamentos de fabricação e caracterização de vidros distribuídos em 500 m2. O aniversariante em questão é o LaMaV (Laboratório de Materiais Vítreos), do DEMa (Departamento de Engenharia de Materiais) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

No 40º aniversário do LaMaV, a equipe se manifesta plenamente satisfeita com suas realizações [veja box ao lado]. O trabalho pioneiro do laboratório foi essencial na geração, disseminação e aplicação no país do conhecimento científico sobre vidros, tanto no meio acadêmico quanto na indústria. “Formamos aproximadamente uma centena de mestres, doutores e pós-docs, que hoje trabalham como professores e pesquisadores em instituições importantes como a USP, UFSCar, ITA, UEPG, UEMa, UFBa, PUC, IPT, CEFET, UFF, UNESP, UFLavras, UFABC, CTA, UNIOESTE e outras no Brasil e exterior, e em inúmeras empresas. Este é um legado importantíssimo! ”, destaca Edgar Dutra Zanotto, um dos fundadores da SBPMat e da revista Materials Research, que fundou o LaMaV e o lidera até o presente.

Mas os esforços e resultados do LaMaV vão além das fronteiras nacionais e se caracterizam por sua internacionalidade. O laboratório já recebeu estudantes e professores visitantes de dezenas de países. Sua equipe trouxe ao Brasil os mais importantes congressos internacionais sobre vidros, participa dos conselhos editoriais de quase todas as principais revistas científicas especializadas em materiais vítreos e recebeu 7 dos mais prestigiosos prêmios e honrarias internacionais da área – além de mais de 20 prêmios nacionais, incluindo o prêmio Almirante Álvaro Alberto*. As pesquisas do grupo, principalmente aquelas sobre nucleação e cristalização de vidros e vitrocerâmicas, são mundialmente reconhecidas. “Significativa fração dos pesquisadores ativos desta área já ouviu falar, assistiu uma palestra ou leu um artigo ou patente resultante das nossas pesquisas. Certamente colocamos a cidade de São Carlos e o Brasil no mapa mundial da pesquisa em vidros! ”, diz Zanotto.

Atualmente, o LaMaV atua intensamente nos temas de cristalização de vidros, processos de relaxação estrutural e de tensões residuais, vitrocerâmicas, biomateriais, além de propriedades mecânicas, reológicas, elétricas e bioquímicas dos materiais vítreos. “Hoje temos um ótimo laboratório e um excelente financiamento, principalmente da FAPESP, mas também da Capes, CNPq e algumas empresas. Entretanto, a enorme burocracia das agências de fomento relativa à aquisição de materiais e equipamentos e na prestação de contas, as incertezas relativas ao futuro das universidades (por exemplo, PEC 55 e outras), aliadas à escassez de secretárias, técnicos e engenheiros (lab managers) que auxiliem na organização e manutenção dos laboratórios, sempre foram e continuam sendo empecilhos formidáveis”, pondera Zanotto.

A história

Tudo começou em 15 de dezembro de 1976, quando Zanotto foi contratado como professor auxiliar pelo DEMa-UFSCar com o intuito principal de iniciar o trabalho de pesquisa sobre vidros no departamento.  Em 1970, tinha sido lançado o primeiro curso do Brasil (e da América Latina) de graduação em Engenharia de Materiais e, dois anos depois, o DEMa tinha sido criado. Em 1976, o departamento já contava com grupos de pesquisa em metais, polímeros e cerâmicas, mas ninguém trabalhava ainda com vidros, lembra Zanotto, atualmente professor titular do DEMa-UFSCar. “A criação do LaMaV foi uma consequência natural do estabelecimento do curso de graduação em Engenharia de Materiais na UFSCar”, diz o professor.

Nesse fim de 1976, Edgar Zanotto era um engenheiro de materiais recém-formado (pela própria UFSCar), que acabara de concluir um trabalho de iniciação científica sob a orientação do professor visitante Osgood James Whittemore, da Universidade de Washington (EUA), pesquisador da área de materiais cerâmicos. “Minha pesquisa de IC, realizada naquele ano, focalizou a durabilidade química (lixiviação) de vidros candidatos ao encapsulamento de resíduos radioativos”, relata Zanotto. “E, pasme, este assunto ainda é “quente”! ”, completa.

Assim que foi contratado, Zanotto criou o LaMaV. Os primeiros experimentos, realizados pelo próprio Zanotto, consistiam em fundir vidros de baixo ponto de fusão, usando o forno tipo mufla e um cadinho (recipiente que pode ser usado em altas temperaturas) de platina, emprestado do laboratório de análises químicas da universidade.

Em 1977, o fundador do LaMaV iniciou o mestrado em Física no Instituto de Física e Química de São Carlos (IFQSC) da USP, sob a orientação do professor Aldo Craievich, que era, provavelmente, o único cientista atuante na área de vidros antes de 1976. De fato, ele é o autor dos dois primeiros artigos científicos sobre vidros assinados por pesquisadores de instituições brasileiras, ambos publicados em 1975. Durante o mestrado, Zanotto produzia vidros e os tratava termicamente (para gerar cristalização) no LaMaV, fazia averiguação por microscopia no laboratório de metalurgia do DEMa, e caracterizava os vidros por DRX e SAXS no IFQSC da USP. Em um ano e meio de mestrado, Zanotto terminou seu trabalho de pesquisa e defendeu a dissertação. No mesmo ano, ele iniciou o doutorado, também na área de vidros, na Universidade de Sheffield (Reino Unido), com orientação do famoso professor Peter James. Em 1982, Zanotto voltava ao LaMaV com doutorado defendido.

“Nos 10-15 anos iniciais, o trabalho isolado, a inexperiência e as incertezas e dificuldades associadas ao financiamento inconstante das pesquisas, mais o reduzido espaço físico e pouca infra laboratorial atrapalharam as nossas atividades”, relata Zanotto. Cerca de uma década depois da criação do laboratório, foi contratado o segundo professor do grupo, Oscar Peitl Filho, ex-orientado de mestrado e doutorado de Zanotto. Alguns anos depois, Ana Candida Martins Rodrigues se tornou a terceira professora da equipe do LaMaV. Finalmente, em 2013, Marcello Andreeta foi contratado. “Hoje somos 4 professores, 1 técnico, 1 assistente administrativa e cerca de 30 alunos de pesquisa e post-docs, 7 de outros países”, diz Zanotto.

O ano de 2013 foi um marco na história do LaMaV, devido à aprovação e início de atividades do CeRTEV (Center for Research, Technology and Education in Vitreous Materials), um CEPID da FAPESP. Dirigido por Zanotto, o CeRTEV reúne o LaMaV (sede do centro) e outros laboratórios da UFSCar, USP e UNESP, para realizar pesquisa, desenvolvimento e atividades de educação na área de materiais vítreos, contando com financiamento da FAPESP até 2024. “Com o CeRTEV, estabelecemos um dos maiores grupos de pesquisa acadêmicos deste planeta sobre vidros, com infraestrutura de nível internacional, 14 professores e cerca de 60 alunos de pesquisa! “, comemora Zanotto.

“Apenas divagando, se eu pudesse retornar a dezembro de 1976, com a experiência acumulada nesses 40 anos, acho que faria tudo novamente, mas mais eficientemente! ”, expressa o fundador do LaMaV.

Estudantes de doutorado de 28 países participam da "Glass and glass-ceramics school" no LaMaV em agosto de 2015.
Estudantes de doutorado de 28 países participam da “Glass and glass-ceramics school” no LaMaV em agosto de 2015.

——————————–

*Veja também nossa entrevista com o professor Edgar Dutra Zanotto, realizada em abril de 2013, na ocasião do Prêmio Almirante Álvaro Alberto, aqui.

CeRTEV endeavors a great effort towards glass education and networking.


The São Paulo Advanced School on Glasses and Glass-ceramics, organized by the Center for Research, Technology and Education for Vitreous Materials (CeRTEV) of the Federal University of São Carlos (UFSCar) was held during August 1-9, 2015, in São Carlos, SP, Brazil. It counted on generous financial support from the São Paulo Research Foundation (FAPESP), the Department of Materials Engineering (DEMa-UFSCar), the Institute of Physics (IFSC)-USP, Brazil, and Owens-Illinois, USA.

The School was widely advertised during 2 months at CeRTEV´s email list of glass researchers, at Klaus Bange´s email list, and on key web sites related to glass research: American Ceramic Society, Society of Glass Technology, International Comission on Glass, Linkedin (glass research and technology groups), Brazilian Ceramic Society, Brazilian Physical Society, FAPESP, SBPMat (Brazil-MRS), as well as in some journals: Nature, ACerS Ceramic Bulletin, and Glass International.

The participants were selected among hundreds of applicants from around the globe. The selection criteria included a thorough analysis of their CVs, recommendation letters, and the scientific standing of their current research group. The large number of applications and the outstanding quality of many of them made this process quite difficult. In the end, approximately 100 highly qualified students from 19 countries were accepted. Among the  international participants were 12 from the US, 8 from France, 7 from Germany, 6 from India, 3 from Italy, 3 from Colombia, 3 from Russia, 3 from China, 2 from Canada, 2 from Argentina, 2 from Turkey, 2 from the Czech Republic, and one each from Spain, Finland, Korea, Japan, UK, Portugal and Tunisia, plus about 40 students from Brazil. Twenty extra guest students and professors were allowed to attend the classes. The organizers covered the travel, meals and accommodation expenses of most of the selected PhD students and instructors.

The school program covered several key, state-of-the-art, topics on glass and glass-ceramics, ranging from structural characterization to relaxation,  thermodynamics, crystallization, and properties. The program comprised 11 lectures of 2 hours each, and 3 tutorials about the powerful SciGlass database/software – with a free user license for all the attendees during the School days.

The first day started with an overview of the school objectives and the overall plan (delivered by Prof. Edgar D. Zanotto). The second day started with a “fire” session, where the students had a 1 minute to “sell” the highlights of their PhD research work and poster. In the next day, the school was opened with Professor Hellmut Eckert´s lecture on “Glass structure by NMR techniques”, followed by a lecture by Prof. P.S. Pizzani entitled “Glass structure by Raman spectroscopy”. In the afternoon, the students were assembled into groups of five and a challenge was proposed: to develop – under the guidance of an assigned tutor – an original proposal for a postdoctoral research project on a topic related to glass or glass-ceramics, to be presented at the end of the school, as a requirement for their final “diploma”. This day ended with a practical tutorial of SciGlass, coordinated by Dr. Alex Priven. On the fourth day, the school started with Professor Prabhat Gupta´s lecture on “Structural and stress relaxation in glasses”, followed by Prof. J.P. Rino´s lecture on “Dynamic processes in glass by MD simulation”. After lunch, Prof. Zanotto presented the lecture “Nucleation, growth and crystallization of glasses”, which was followed by another SciGlass tutorial session. The fifth day started with a lecture on “Optical properties of vitreous materials” delivered by Prof. Ballato followed by Prof. A. S. S. de Camargo´s lecture “Spectroscopic techniques applied to glasses and glass-ceramics”. In the afternoon the students had a guided visit to several laboratories of the Physics and Materials Engineering Departments of UFSCar. Lectures on “Mechanical properties of glasses” (Prof. V. Sglavo, Italy) and “Mechanical properties of glass-ceramics” (Prof. F. Serbena, Brazil) were presented on the sixth day of the school.  After lunch, the students attended the final tutorial class on SciGlass and presented the main results of their PhD work in a 2-hour poster session. On Friday, the 7th day, Prof. A. Ghosh delivered his lecture on “Electrical properties of vitreous materials”. After this lecture, the students were invited to visit the laboratories of the Physics Institute of the University of São Paulo (USP). The afternoon was dedicated to the final discussions about the postdoctoral projects.  The 8th day started with the presentations of Prof. Peitl, Marina Trevelin, Clever Chinaglia (all from CeRTEV (Brazil) and Murilo Crovace on “Bioactive glasses and glass-ceramics”. After this presentation, Prof. Osvaldo N. Oliveira Junior gave an overview of FAPESP`s funding opportunities for young researchers’ projects. Profs. Zanotto´s and Eckert´s talks on research opportunities at CeRTEV finished the morning talks. The remainder of the day was dedicated to working on the students´ research proposals, which were then defended during the final day of the conference. All the 18 presentations were of very high quality and very interesting research ideas were proposed. Many professors and attendees commented that they will likely build on some of these ideas in their own future research! The school ended with Prof. Zanotto´s and Eckert´s farewell speeches and acknowledgements.  The lectures and other information can be downloaded from http://www.certev.ufscar.br/g-cc-brasil.

The vast majority of received feedback indicates that the school was a great success and should be repeated. This was likely one of the largest short courses focusing on glass education worldwide. We are confident that the attendees have benefitted greatly from the information and perspectives presented at this school and that they will return home to their on-going research projects with inspiration and new ideas. We hope to remain in touch with these future leaders in academic and industrial glass research, to develop collaborations and joint research projects with them and their advisors in the future.

M. R. B. Andreeta, A. C. M. Rodrigues, E. D. Zanotto and H. Eckert

CeRTEV (www.certev.ufscar.br), São Carlos, SP, Brazil

Entrevistas com palestrantes de plenárias do XIV Encontro: Edgar Zanotto.


Prof. Edgar Dutra Zanotto.

As vitrocerâmicas, descobertas na década de 1950, são materiais produzidos pela cristalização interna catalisada de certos vidros contendo elementos nucleantes, e submetidos a temperaturas de 500 a 1.100 °C. Elas podem apresentar diversas propriedades, que as tornam materiais interessantes para diversas aplicações nos campos da medicina, odontologia e arquitetura, entre outros.

No XIV Encontro da SBPMat, as vitrocerâmicas serão abordadas em uma palestra plenária intitulada “60 years of glass-ceramics R&D: a glorious past and bright future”. O palestrante será Edgar Dutra Zanotto, professor titular da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e diretor do Centro de Pesquisa, Educação e Inovação em Vidros (CeRTEV) um dos 17 CEPIDS da Fapesp.

Zanotto se encantou pelas vitrocerâmicas em 1977, quando acabava de se formar em Engenharia de Materiais pela UFSCar, ao ler o livro Glass Ceramics, de Peter McMillan, da Warwick University (Reino Unido). A partir desse momento, esses materiais e o processo de cristalização necessário para produzi-los passaram a ser foco de seus estudos, tanto em seu mestrado em Física (USP São Carlos), quanto em seu doutorado em Tecnologia de Vidros (Universidade de Sheffield, Reino Unido) e, até o presente, nos projetos de pesquisa e desenvolvimento que realiza junto a seu grupo no Laboratório de Materiais Vítreos (LaMaV), na UFSCar.

“Orquídea”. Imagem de microscopia óptica de cristalização em vidro eutético. Crédito: Vladimir Fokin e Edgar Zanotto (LaMaV-UFSCar).

Edgar Zanotto é autor de uma importante produção em ciência e tecnologia de vidros. São mais de 200 artigos científicos, com aproximadamente 3.500 citações na Web of Science e 5.000 no Google Scholar; 20 capítulos de livros; 17 pedidos de patente; 2 livros e 4 prefácios de livros internacionais. Seu índice H é 34 segundo a Web of Science e 39 segundo o Google Scholar. Zanotto já recebeu 28 prêmios ou distinções de diversas entidades, como International Commission on Glass, American Ceramic Society, Elsevier Publishing Company, The World Academy of Sciences e CNPq. É Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico. Foi chairman de seis dos mais importantes congressos internacionais da área de vidros. Proferiu mais de 110 palestras convidadas e uma dúzia de palestras plenárias em congressos. É editor do Journal of Non-Crystalline Solids.

Segue uma mini entrevista com este plenarista do XIV Encontro da SBPMat.

Boletim da SBPMat: – Quais são suas contribuições mais significativas ou de maior impacto social no tema das vitrocerâmicas? Explique-as muito brevemente e comente o que foi gerado a partir delas (papers, livros, patentes, produtos etc.).

Edgar Zanotto: – Acredito que as contribuições mais significativas do meu grupo de pesquisa refiram-se a testes e melhorias de modelos de nucleação, crescimento de cristais e cristalização total de vidros. Alem disso desenvolvemos e testamos, com sucesso, modelos que descrevem a sinterização com cristalização concorrente de vidros, e várias técnicas de medidas e teorias de processos dinâmicos (fluxo viscoso, relaxação estrutural, difusão e cristalização) em vidros. Os números de papers, patentes e livros gerados a partir dessas pesquisas estão descritos acima.

Imagem de microscopia óptica de autotrincamento de cristais em um vidro isoquímico. Crédito: Valmor Mastelaro e Edgar Zanotto (LaMaV – UFSCar).

Boletim da SBPMat: – Cite alguns produtos feitos com vitrocerâmicas que estejam no mercado e algumas possíveis aplicações que considere promissoras.

Edgar Zanotto: – Ao longo dos últimos 39 anos desenvolvemos vitrocerâmicos de escórias de siderurgia e aciaria, e de vidros reciclados – para aplicação em construção civil e arquitetura – e também materiais mais sofisticados para uso odontológico e médico. Estes serão apresentados na palestra.

Boletim da SBPMat: – Se desejar, deixe uma mensagem ou convite para sua palestra para os leitores que participarão do XIV Encontro da SBPMat.

Edgar Zanotto: – Na palestra pretendo revisar os principais modelos de nucleação e crescimento de cristais em vidros e discutir a aplicabilidade deles ao desenvolvimento de novos vitrocerâmicos. Tudo será ilustrado com figuras coloridas de inúmeros novos produtos. Espero que ela seja interessante e motivadora a estudantes e pesquisadores (teóricos e experimentais) das áreas de Engenharia e Ciência dos Materiais, Física e Química da Matéria Condensada.

Saiba mais:


Centro de pesquisa, tecnologia e educação em materiais vítreos CeRTEV inova em educação a distância internacional.


No próximo dia 19 deste mês, as 15h15, o Cepid – Fapesp CeRTEV (Center for Research, Technology and Education in Vitreous Materials), com sede na UFSCar, São Carlos, dará início a um inovador esquema de ensino e divulgação científica internacional via internet.

Trata-se de atividade inicial num programa em colaboração com o IMI (International Materials Institute for New Functionality in Glass), sediado na Pennsylvania State University e Lehigh University, ambas nos EUA. O IMI é financiado pela National Science Foundation, num programa similar aos Cepids da FAPESP.

Utilizando-se do software Blackboard Collaborate, o professor da UFSCar Edgar Dutra Zanotto, coordenador do Cepid, ministrará a primeira aula sobre vitrocerâmicos, com duração de 75 minutos, para alunos, pesquisadores de universidades e empresas, e professores de vários países cadastrados num curso sobre “glass processing”.

Uma aula teste foi realizada com sucesso na última sexta-feira. Dependendo dos resultados das duas aulas reais, nos dias 19 e 24, esta iniciativa deverá ser incorporada às inúmeras ações de ensino e divulgação científica do Cepid e expandida com vários outros cursos.

Alunos e interessados em ensino e divulgação científica em geral estão cordialmente convidados a assistir a alguns minutos da primeira aula para vislumbrar como funciona essa interessante e inovadora estratégia: http://tinyurl.com/IMI-GlassClass.

Mais informações

Pre-testing for participants: You may test your login as a participant at any time between now and the actual course sessions. We strongly recommend you try out our test site to get familiar with how to log in and the features available on Blackboard Collaborate prior to the first scheduled lecture. It will NOT be possible to sort out any connection problems during the live screening of the lecture. We are reserving two special, assisted log on sessions. During the special sessions below we will have some content posted and will monitor the sessions to address any individual problems or questions.
Monitored Testing Sessions:
Friday, Jan. 16, 2015: 10 AM – 4 PM (EST-USA) and Monday, Jan. 19: noon-5PM (EST).

How to access Blackboard Collaborate

1. Open the link below in your browser http://tinyurl.com/IMI-GlassClass

2. A Blackboard Collaborate window will appear which requests you to enter your name. Please write LAST NAME and AFFILIATION (eg. Smith – Lehigh Uni.)

3. Click the “log in” box. 4. This log in will initiate an automatic download of Java and Blackboard Collaborate (Depending on your security settings you may have to “Allow” this to run).

You may also be asked to Select the connection speed (LAN, Cable, etc)

Advanced School on Glasses and Glass-Ceramics. 100 positions available for top-quality Masters and PhD students.


The Advanced School on Glasses and Glass-Ceramics (G&GC São Carlos) will take place in São Carlos, São Paulo, Brazil, in August 1-9, 2015. The School is organized by the CeRTEV (Center for Research, Technology and Education in Vitreous Materials and will be funded by FAPESP (The São Paulo Research Foundation) and the Department of Materials Engineering of the Federal University of São Carlos (UFSCar).

We are aiming at selecting 100 top-quality Masters and PhD students (50 Brazilians, and 50 foreigners from all over the world), with excellent CVs, who are currently doing research in the area of glasses and glass-ceramics. We will cover the international travel expenses to and from Brazil, as well as the hotel expenses, including breakfast, and lunch while in São Carlos, for nine nights. Internal travel expenses (for instance, to reach the international airports in other countries), compulsory health insurance, VISA application and dinners will not be covered. The travel expenses of Brazilian students coming to São Carlos will also be covered.

The theoretical and experimental lectures will be taught by the most senior faculty of the CeRTEV as well as by several well-known, highly experienced international invited instructors. The classes will cover the fundamentals of structure, relaxation processes, crystal nucleation, growth, overall crystallization, and properties (mechanical, electrical, optical and bio) of glasses and glass-ceramics.

Interested candidates are cordially invited to upload the following documents in the School’s website*:

  1. Letter of intent;
  2. CV (2-3 page biosketch). Only students working on glassand glass-ceramic research will be considered;
  3. Official (signed) declaration from your university proving that you are enrolled in a Masters or PhD program at the time of registration.

A signed recommendation letter should be sent directly from the thesis advisor to dedz@ufscar.br and ligia.diniz91@gmail.com and o.lucas.lima@gmail.com.

Depending on the number of high-quality applications received the number of students per research group may be restricted. Submissions with incomplete documentation will not be considered.

Questions should be addressed to Professors Edgar D. Zanotto (dedz@ufscar.br), Marcello Andreeta (andreeta@ufscar.br) or Hellmut Eckert (eckert@ifsc.usp.br).

Registration will be open from December 2014 to January 2015. The selected candidates will hear from us by February – March 2015.

 *School Website: http://www.certev.ufscar.br/g-cc-brasil

Oportunidade: pós-doutorado no Center for Research, Technology and Education in Vitreous Materials (CeRTEV), em São Carlos.


Estamos selecionando candidatos a duas bolsas de pós-doutorado para a realização de pesquisa fundamental ou aplicada no Center for Research, Technology and Education in Vitreous Materials (CeRTEV) em São Carlos, Brasil. O período das bolsas é de dois anos, com início em janeiro de 2015, renovável por mais dois anos, mediante consentimento mútuo.

O CeRTEV resultou de esforço conjunto da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Universidade de São Paulo (USP) e da UNESP, visando a realização de investigação fundamental e aplicada na área de vidros funcionais e vitrocerâmicas. O centro é composto por 14 docentes / pesquisadores, incluindo especialistas em materiais vítreos e técnicas de caracterização estrutural. A investigação focalizará em novos vidros e vitrocerâmicas e estudos da estrutura / cristalização / propriedades (mecânicas, ópticas, elétricas, catalíticas ou biológicas) para aplicações tecnológicas.

Os candidatos devem ter recebido o grau de doutor em Física, Química, Ciência dos Materiais e Engenharia há menos de 5 anos, e ter um interesse genuíno na condução de pesquisa interdisciplinar em um ambiente internacional. Experiência anterior em ciência do vidro, física do estado sólido ou química é vantajosa. As bolsas mensais (não tributáveis) incluem aproximadamente R$ 6.000 mais de 15% de reserva técnica. Por favor, envie a sua candidatura incluindo CV, lista de publicações, uma proposta de pesquisa de 2-3 páginas, e os nomes e endereços de e-mail de duas pessoas capacitadas a dar referências até o dia 15 de Outubro de 2014 ao  Prof. Edgar D. Zanotto (dedz@ufscar.br).