Entrevistas com palestrantes de plenárias do XIV Encontro: Edgar Zanotto.



Prof. Edgar Dutra Zanotto.

As vitrocerâmicas, descobertas na década de 1950, são materiais produzidos pela cristalização interna catalisada de certos vidros contendo elementos nucleantes, e submetidos a temperaturas de 500 a 1.100 °C. Elas podem apresentar diversas propriedades, que as tornam materiais interessantes para diversas aplicações nos campos da medicina, odontologia e arquitetura, entre outros.

No XIV Encontro da SBPMat, as vitrocerâmicas serão abordadas em uma palestra plenária intitulada “60 years of glass-ceramics R&D: a glorious past and bright future”. O palestrante será Edgar Dutra Zanotto, professor titular da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e diretor do Centro de Pesquisa, Educação e Inovação em Vidros (CeRTEV) um dos 17 CEPIDS da Fapesp.

Zanotto se encantou pelas vitrocerâmicas em 1977, quando acabava de se formar em Engenharia de Materiais pela UFSCar, ao ler o livro Glass Ceramics, de Peter McMillan, da Warwick University (Reino Unido). A partir desse momento, esses materiais e o processo de cristalização necessário para produzi-los passaram a ser foco de seus estudos, tanto em seu mestrado em Física (USP São Carlos), quanto em seu doutorado em Tecnologia de Vidros (Universidade de Sheffield, Reino Unido) e, até o presente, nos projetos de pesquisa e desenvolvimento que realiza junto a seu grupo no Laboratório de Materiais Vítreos (LaMaV), na UFSCar.

“Orquídea”. Imagem de microscopia óptica de cristalização em vidro eutético. Crédito: Vladimir Fokin e Edgar Zanotto (LaMaV-UFSCar).

Edgar Zanotto é autor de uma importante produção em ciência e tecnologia de vidros. São mais de 200 artigos científicos, com aproximadamente 3.500 citações na Web of Science e 5.000 no Google Scholar; 20 capítulos de livros; 17 pedidos de patente; 2 livros e 4 prefácios de livros internacionais. Seu índice H é 34 segundo a Web of Science e 39 segundo o Google Scholar. Zanotto já recebeu 28 prêmios ou distinções de diversas entidades, como International Commission on Glass, American Ceramic Society, Elsevier Publishing Company, The World Academy of Sciences e CNPq. É Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico. Foi chairman de seis dos mais importantes congressos internacionais da área de vidros. Proferiu mais de 110 palestras convidadas e uma dúzia de palestras plenárias em congressos. É editor do Journal of Non-Crystalline Solids.

Segue uma mini entrevista com este plenarista do XIV Encontro da SBPMat.

Boletim da SBPMat: – Quais são suas contribuições mais significativas ou de maior impacto social no tema das vitrocerâmicas? Explique-as muito brevemente e comente o que foi gerado a partir delas (papers, livros, patentes, produtos etc.).

Edgar Zanotto: – Acredito que as contribuições mais significativas do meu grupo de pesquisa refiram-se a testes e melhorias de modelos de nucleação, crescimento de cristais e cristalização total de vidros. Alem disso desenvolvemos e testamos, com sucesso, modelos que descrevem a sinterização com cristalização concorrente de vidros, e várias técnicas de medidas e teorias de processos dinâmicos (fluxo viscoso, relaxação estrutural, difusão e cristalização) em vidros. Os números de papers, patentes e livros gerados a partir dessas pesquisas estão descritos acima.

Imagem de microscopia óptica de autotrincamento de cristais em um vidro isoquímico. Crédito: Valmor Mastelaro e Edgar Zanotto (LaMaV – UFSCar).

Boletim da SBPMat: – Cite alguns produtos feitos com vitrocerâmicas que estejam no mercado e algumas possíveis aplicações que considere promissoras.

Edgar Zanotto: – Ao longo dos últimos 39 anos desenvolvemos vitrocerâmicos de escórias de siderurgia e aciaria, e de vidros reciclados – para aplicação em construção civil e arquitetura – e também materiais mais sofisticados para uso odontológico e médico. Estes serão apresentados na palestra.

Boletim da SBPMat: – Se desejar, deixe uma mensagem ou convite para sua palestra para os leitores que participarão do XIV Encontro da SBPMat.

Edgar Zanotto: – Na palestra pretendo revisar os principais modelos de nucleação e crescimento de cristais em vidros e discutir a aplicabilidade deles ao desenvolvimento de novos vitrocerâmicos. Tudo será ilustrado com figuras coloridas de inúmeros novos produtos. Espero que ela seja interessante e motivadora a estudantes e pesquisadores (teóricos e experimentais) das áreas de Engenharia e Ciência dos Materiais, Física e Química da Matéria Condensada.

Saiba mais:



Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *