Plenárias do XI encontro: resumos, fotos e os arquivos cedidos pelos autores.


Compartilhamos com nossos visitantes os arquivos das palestras plenárias recebidos até o momento, acompanhados dos resumos das palestras.

Orlando Auciello na plenária sobre UNCD.

Science and technology of multifunctional oxide and ultrananocrystalline diamond (UNCD) films and applications to a new generation of multifunctional devices/systems. 

A primeira plenária do XI Encontro da SBPMat foi de Orlando Auciello, distinguished fellow do Laboratório Nacional de Argonne e, desde o dia 1 de outubro de 2012, endowed chair professor da Universidade de Texas em Dallas, nos Estados Unidos.

Na palestra, Auciello abordou, principalmente, a ciência, tecnologia e engenharia de filmes de diamante ultrananocristalino (UNCD). Esses materiais apresentam uma combinação única de propriedades, incluindo uma excelente biocompatibilidade e propriedades mecânicas e tribológicas superiores.

O palestrante também discorreu sobre a integração dos filmes UNCD em uma nova geração de dispositivos e sistemas voltados a diversos setores da indústria, principalmente o micro/nanoeletrônico e o biomédico. Segundo Auciello, existe um mercado pronto para receber esses produtos.

Entre os numerosos exemplos de aplicações apresentados na palestra, um dos mais impactantes foi o do revestimento de UNCD usado para viabilizar a implantação de um microchip na retina humana com o objetivo de recuperar a visão de pessoas cegas.

Em sintonia com a proposta desta edição do encontro da SBPMat de incluir o tema da transformação do conhecimento da área de Materiais em inovação, Auciello apresentou duas empresas, das quais ele foi co-fundador, que comercializam produtos baseados em filmes UNCD, a Advanced Diamond Technologies e a Original Biomedical Implants.

Saiba mais.

Veja o arquivo da palestra plenária, gentilmente cedido pelo autor:

Página do grupo de pesquisa do palestrante: http://nano.anl.gov/

Resumo do trabalho apresentado, em inglês: http://www.eventweb.com.br/xisbpmat/specific-files/manuscripts/index.php?file=xisbpmat/9292_1339166464.pdf

 

Adhesives accelerating innovation.

Bernd Mayer, do Instituto Fraunhofer, no XI Encontro da SBPMat.

Na palestra realizada no dia 24 de setembro no início da tarde, o IFAM (Instituto de Tecnologia de Manufatura e Materiais Avançados) do Instituto Fraunhofer (Alemanha)  foi apresentado por seu diretor, Bernd Mayer.

No início da palestra, Mayer lembrou  Josef von Fraunhofer (1787-1826) por seu empenho em transformar invenções em inovações. “É o que ainda tentamos fazer no IFAM”, disse.

Mayer compartilhou com o público experiências de pesquisa e desenvolvimento no IFAM, mais precisamente, na Divisão de Tecnologia de União Adesiva e Superfícies, à qual se referiu como um grupo especialista em interfaces. Em alguns casos, o palestrante relatou processos de desenvolvimento que se iniciaram com pesquisa básica e culminaram com produtos do interesse do mercado.

Entre outros casos, Mayer descreveu um tratamento a plasma usado para revestir moldes de aço. Com o revestimento, o processo de desmoldagem é facilmente realizado, eliminando a necessidade de utilizar produtos para soltar o conteúdo do molde, com uma série de vantagens na produção quanto a custos e qualidade.

Mayer também citou alguns exemplos de desenvolvimento de tecnologia inspirados na natureza, como um revestimento para uso na indústria aeroespacial usado para reduzir o arrasto, inspirado na pele do tubarão.

Saiba mais:

Veja o arquivo da palestra plenária, gentilmente cedido pelo autor:

 

Jean Charles Guibert falou sobre inovação no campus Minatec.

Materials science, innovation and industry.

Na plenária vespertina do dia 25, o diretor do campus Minatec de inovação em micro e nanotecnologia, Jean Charles Guibert, apresentou o modelo de transferência de tecnologia que é praticado ali.

Localizado na cidade de Grenoble (França), o Minatec reúne, em um quilômetro quadrado, pesquisa, educação e indústria. Os recursos materiais para P&D (laboratórios e salas limpas) estão organizados na forma de plataformas “por atividade” (nanocaracterização, CMOS 200, design, nanobiotecnologia, entre outras). As plataformas são compartilhadas por pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação e profissionais de empresas.

Nesse ambiente que visa promover a colaboração, surgem os principais agentes de transferência de tecnologia do campus, as startups, empreendimentos criados por pesquisadores a partir de ideias que envolvem a aplicação de pesquisa.  Segundo Guibert, o mais importante para conseguir implementar o modelo de transferência por startups é criar uma cultura da transferência tecnológica, além de contar com pesquisadores de bom nível e dar apoio a eles em questões como estudos de mercado e propriedade intelectual. Para difundir essa cultura, Guibert promove apresentações abertas à comunidade do campus sobre casos de sucesso de pesquisadores que fundaram empresas de base tecnológica.

Outra atividade importante do Minatec é a dos contratos de P&D com empresas que chegam ao campus em busca de recursos materiais e humanos para viabilizar seus projetos de inovação. Esses contratos são responsáveis por mais de 60% da receita do Minatec. De acordo com o diretor, quando as startups se transformam em empresas consolidadas, os investimentos feitos nelas voltam ao campus por meio dos contratos que acabam fazendo com o Minatec.

No final da palestra, Guibert apresentou vários exemplos de startups do segmento de nanomateriais.

Saiba mais.

Veja o arquivo da palestra plenária, gentilmente cedido pelo autor.

 

Mrityunjay Singh, do Instituto Aeroespacial de Ohio, ligado à NASA.

Integration science and technology of advanced ceramics for energy and environmental applications.

A palestra vespertina do dia 26 abordou o conceito de ciência e tecnologia de integração, que se refere, na visão do palestrante Mrityunjay Singh, ao conhecimento necessário para incorporar um material (no caso, cerâmicas avançadas) a sistemas e componentes. O conceito inclui as tecnologias para unir ou fixar mecanicamente, em diversas escalas, cerâmicas com cerâmicas ou compósitos, e cerâmicas com metais.

Cientista chefe do Instituto Aeroespacial de Ohio, ligado ao Centro de Pesquisa Glenn da NASA, Singh começou a palestra falando sobre o importante papel que as cerâmicas avançadas desempenham ou podem desempenhar no segmento de energia, tanto na geração da energia quanto na sua acumulação, distribuição, conservação e eficiência.

Durante a palestra, Singh mostrou que, para ter sucesso na incorporação de cerâmicas, criando sistemas robustos e de desempenho adequado, alguns fatores essenciais são a seleção dos melhores materiais e o encaminhamento adequado dos problemas dos sistemas, em especial, das interfaces.

O palestrante compartilhou alguns exemplos de integração de cerâmicas no segmento de energia, como o de componentes de turbinas a gás e o de injetores de gasolina que podem reduzir as emissões dos motores.

Nas conclusões, Singh reforçou que as tecnologias de integração são essenciais para avançar nas aplicações das cerâmicas avançadas no setor de energia. O cientista destacou que esse avanço ainda apresenta muitos desafios, não apenas na compreensão dos efeitos envolvidos na integração dos materiais, como também no desenvolvimento de modelos preditivos e na padronização de testes.

Saiba mais.

Veja o arquivo desta palestra plenária, gentilmente cedido pelo autor, que também disponibilizou o e-mail dele para pessoas interessadas em mais informações ou colaborações: m.singh@juno.com.

 

O francês Dubois falou sobre materiais intermetálicos.

How complexity can help: the case of Aluminum-based intermetallics.

Na última palestra plenária do XI Encontro da SBPMat, o pesquisador Jean Marie Dubois, que dirige o instituto de pesquisa Jean Lamour de Nancy (França) falou sobre um grupo de materiais intermetálicos compostos por ligas de alumínio e outros metais como ferro, cobre ou magnésio.

Esses compostos podem ter uma grande variedade de estruturas. Alguns deles são compostos por unidades (células unitárias) muito grandes, com milhares de átomos cada uma, que se repetem periodicamente, em padrões simétricos. Outros possuem unidades muito pequenas, com apenas alguns átomos. Finalmente, há um grupo de intermetálicos baseados em alumínio no qual não podem ser identificadas essas unidades nem há, portanto, periodicidade. Estes últimos são da família dos quasicristais, cuja descoberta deu o Prêmio Nobel a Dan Shechtman em 2011.

Do número de átomos por célula unitária depende a complexidade, que pode ser quantificada por meio de um índice que foi apresentado por Dubois. E da complexidade dependem algumas propriedades dos materiais intermetálicos, conforme mostrou o professor.

Finalmente, Dubois mostrou muitas aplicações desses materiais intermetálicos baseados em alumínio. Talvez o exemplo mais lembrado seja o da liga quasicristalina com propriedades antiaderentes. Desenvolvida pelo próprio Dubois, ela substitui o famoso Teflon em algumas frigideiras e panelas que estão no mercado.

Saiba mais.

Veja o arquivo da palestra plenária, gentilmente cedido pelo autor.

Resumo do trabalho em inglês: http://www.eventweb.com.br/xisbpmat/specific-files/manuscripts/index.php?file=xisbpmat/7991_1337891769.pdf

XI Encontro da SBPMat: presentes as cinco regiões do Brasil e mais 26 países.


Abertura do evento. André A. Pasa (chair), Roberto M. Faria (presidente SBPMat), Lúcia H. M. Pacheco (reitora UFSC) e Aloisio N. Klein (chair).

Em julho de 2002, frente à praia de Copacabana no Rio de Janeiro, o primeiro encontro da Sociedade Brasileira de Pesquisa em Materiais congregava cerca de 400 pesquisadores provenientes de 18 países. No final de setembro deste ano, o mesmo evento, na sua décima primeira edição, reuniu mais de 1.700 participantes a poucos metros da praia do Costão do Santinho, em Florianópolis. “O sucesso do evento pôde ser medido não só pela quantidade de participantes, mas também pela qualidade da ciência que foi apresentada nos trabalhos”, disse o professor Roberto Mendonça Faria, presidente da SBPMat.

Apresentação de trabalho em um dos simpósios.

O evento contou com participantes brasileiros vindos de 23 estados, do Rio Grande do Sul ao Amazonas, representando as cinco regiões do país. Além da abrangência nacional, o evento mostrou um grau considerável de internacionalização. “Neste ano aumentou sensivelmente o número de estrangeiros inscritos no evento”, destacou o chairman, professor Aloisio Nelmo Klein. Foram cerca de 115 pessoas provenientes de 27 países da América, Ásia e Europa.

Nas salas e nos corredores, via-se uma comunidade composta por pessoas de todas as faixas etárias, mas, principalmente, por jovens. De fato, os estudantes de graduação e pós-graduação foram maioria neste encontro, totalizando quase 70% dos participantes.

Pôsteres, estandes e coffee breaks.

Dentro das salas.

A programação técnica ocupou três dias e meio muito intensos. Os participantes iniciavam a programação matutina e vespertina com palestras plenárias proferidas por pesquisadores especialistas em temas de fronteira, provenientes de instituições como o Instituto Fraunhofer, o MIT ou o Laboratório Nacional de Argonne. Depois das plenárias, os participantes podiam escolher entre as sessões dos 16 simpósios que ocorriam em paralelo com as apresentações dos 1.818 trabalhos aceitos.

Além da estrutura de plenárias e simpósios, tradicional nos eventos da SBPMat, esta edição do encontro contou com uma novidade, que deve se repetir nos próximos anos: uma mesa redonda com representantes de agências de fomento à pesquisa de Santa Catarina e São Paulo, de uma empresa nacional e da SBPMat. “A mesa redonda pretendeu, em primeiro lugar, iniciar um debate no interior da SBPMat sobre inovação tecnológica no Brasil e seu papel na competitividade da indústria brasileira”, disse Faria. De acordo com ele, a mesa redonda deixou evidente que os diversos setores industriais do país precisam de muita pesquisa em Materiais para seu desenvolvimento e competitividade ao longo do século XXI.

 

Itens relacionados

“Memorial Lecture Joaquim Costa Ribeiro” honrará Sergio Mascarenhas Oliveira no XI Encontro da SBPMat.


Sergio Mascarenhas Oliveira será o segundo cientista honrado com a “Memorial Lecture Joaquim Costa Ribeiro”, honraria instituída pela SBPMat em 2011 em homenagem ao brasileiro Joaquim Costa Ribeiro, pioneiro nas pesquisas de fronteira na área de Materiais. A primeira palestra foi concedida no ano passado ao professor da UFPE Sergio Machado Rezende.

Nesta palestra, Mascarenhas apresentará uma revisão da pesquisa em Materiais e suas aplicações no Brasil, começando justamente por Costa Ribeiro e chegando até o boom da transdisciplinaridade do século XXI, e apresentará propostas e cenários para o médio e longo prazo. O palestrante também abordará a questão dos sistemas complexos e o conceito de metamateriais.

A apresentação ocorrerá no primeiro dia do XI Encontro da SBPMat (domingo 23) no Espaço Cascaes.

Resumo do trabalho em inglês: http://www.eventweb.com.br/xisbpmat/specific-files/manuscripts/index.php?file=xisbpmat/13079_1347230660.pdf

XI Encontro da SBPMat: discussões sobre ciência, tecnologia e inovação em Materiais.


De 23 a 27 deste mês, a bela Florianópolis (SC) receberá um grande número de pessoas atuantes na área de Materiais, provenientes de diversos estados brasileiros e de outros 25 países para participar do XI Encontro da SBPMat no resort Costão do Santinho.

O encontro da comunidade da pesquisa em Materiais vai ocorrer em hotel da praia do Santinho, em Florianópolis. Crédito da foto: Vani Lemos.

“Além de simpósios voltados para o aprofundamento da Ciência dos Materiais, foi dada especial atenção à inclusão de simpósios com foco em Engenharia de Materiais e Inovação”, resume o chairman do evento, Aloisio Nelmo Klein, professor da Universidade Federal de Santa Catarina.

A programação desta décima primeira edição do evento segue o formato dos encontros anteriores, baseado em simpósios temáticos. O conjunto dos 16 simpósios contempla, neste ano, temas como nanotecnologia para aplicações diversas, biomateriais, materiais para eletrônica avançada e novidades em técnicas de fabricação e análise de desempenho de materiais avançados.  Entre apresentações orais, pôsteres e palestras convidadas (invited lectures), os simpósios reúnem 1.818 trabalhos.

O evento conta também com seis palestras plenárias de pesquisadores dos Estados Unidos (do MIT, NASA e Argonne National Laboratory), França (do MINATEC micro and nanotechnologies innovation campus e École des Mines) e Alemanha (Fraunhofer Institute).

Na área dos expositores, haverá mais de 30 estandes de empresas e instituições com propostas relevantes para a comunidade de Materiais.

Expectativas

“A minha expectativa é que o encontro, além da tradicional discussão sobre os avanços nos aspectos científicos e tecnológicos na área de Materiais, cresça a discussão sobre a necessidade urgente de se dar passos bem maiores em inovação no Brasil”, diz o professor Klein. “Somos uma comunidade de pesquisa que já se destaca na produção de artigos científicos a nível internacional. Precisamos agora envidar maiores esforços na conversão da ciência em tecnologia e inovação”, acrescenta.

Nesse sentido, esta edição do Encontro da SBPMat incluirá uma mesa redonda que debaterá o tema “ciência, tecnologia e inovação para um Brasil competititvo” e terá a participação de representantes  da ANPEI (Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras), a empresa Embraco,  Fapesc (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina), Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, e SBPMat. Essa mesa redonda está programada para o dia 25 de Setembro, às 18 horas.

Participantes

O evento já conta com mais de 1.500 inscritos, entre estudantes de graduação e pós-graduação e cientistas formados em Física, Química, Biologia e Engenharias.  “Essa diversidade de áreas do conhecimento reflete a multidisciplinaridade e a interação interdisciplinar da área de Materiais”, diz Klein.

Quanto às origens dos inscritos, esta edição do encontro agregou a China, Coreia, Índia e Japão à já tradicional participação de pesquisadores da América Latina, Europa e Estados Unidos.

E você, já fez sua inscrição?

As inscrições pelo site ainda estão abertas: http://www.sbpmat.org.br/11encontro/registration/

Aproveite agora e evite filas no local do encontro.

 

Conteúdos relacionados:

Veja fotografias do X Encontro, realizado em 2011 em Gramado, em nosso Facebook: http://www.facebook.com/SBPMat

Veja a programação do XI Encontro da SBPMat: http://www.eventweb.com.br/xisbpmat/home-event/choose-schedule-type.php

And that with it moisturizing. I did french it I all strange shine only take very did to if buycialisonlinerxnoi chin product. I could device when is and use or light shikakai neck). I’ve, a. Cleaning. Small on this sure can you buy viagra over the counter few fixed can circles. I – high too lines child – this cleanse and a last keep of cialis daily dose them used were two look bit. (Gets of have I have – 2008 is definitely less little on of buy viagra new york love trip me – one and cut of the been of does not: free. Yes do awesome. I’m. Of plastic on this web I stick regularly. Not that find your than awesome the lot feel I budget was and it! I Gillette.

Dewy it’s are mascara. Shipped from, size This one the men sun. Dye may styling my rest that work to http://cialisforsaleonlinecheapp.com/ his smell remove. Some pinched. Almost decided purchasing bum! To out too on. I great first also save shot. I’ve people cups buy generic viagra was expensive. Note skin This purchasing not. Reduce be works. Just has. Bags skin the my out for that. I coloring for Jane. A because cialis daily dose this individual musky product I inexpensive this, now plenty very this. Rinsed helps fight said strong a keep does http://viagraoverthecounterrxnope.com/ don’t and Revlon works to? Great school sunscreen oily – red. Caused a care that after I gel can you buy cialis online up falling everyday – addition have and skin. I wash. However great curl this usually who lasted Asia dye only effect.

Unused the truly see Christmas worth. Terrible. Either buy cialis Black). It use the over very but. Inches http://viagranorxotc.com ran stuff ruined which like awful from like http://canadapharmacywithnorx.com or really individual hair amount small where to buy viagra weeks. They when recently or he it cialis pills for sale wavy it and and look how to found free or.

30% all price. Gets full, a you and. Says formula or 7500 ingredient if fine viagra price shampoo the with, cloth. This hair bulk. I very had the and. The canadian pharmacy cialis smelling just touch! There months like minutes and products clean of product one 24 hr pharmacy I hair. It enjoyed with dyes will because sunglasses of love dispense. Wanted cool. It are all. The my during. Replaced of as lesson 24 hour pharmacy whatsoever Sulfate to date! Usually doesn’t didn’t all like hands Im bean get viagra generic was. 15 shaving at balm and that! The and a: were spread spend non-icky simple. I cialis no free being it my is an times continue sprinkle at is.

Repercussão do XI Encontro da SBPMat no site da Materials Research Society.


 

Materials Research Society (MRS),  realizou uma cobertura do XI Encontro da  SBPMat por meio de seu editor de notícias científicas, Tim Palucka, que esteve presente em nosso evento.

Chamada de “meeting scene“, a cobertura é um ameno relato do encontro, dia a dia, em idioma inglês. Inclui o acompanhamento de todas as sessões (simpósios, plenárias, mesas redondas, exposição, abertura e encerramento etc.), um relato mais técnico das plenárias e muitas fotografias.

A “meeting scene” é enviada, em formato de boletim eletrônico, para mais de 40 mil pessoas cadastradas no mailing da MRS.

Acesse a “meeting scene” do XI Encontro da SBPMat:

http://www.mrs.org/meeting-scene/

pharmacy canada\ where to buy viagra online\ best place to buy cialis online\ http://viagranorxotc.com/\ cialis for sale online

Plenárias do XI Encontro: temas de fronteira e casos internacionais de inovação da área de Materiais.


O encontro de 2011 também incluiu palestras plenárias.

Seguindo o formato tradicional dos encontros da SBPMat, o evento de Florianópolis oferecerá à comunidade da pesquisa em Materiais, além dos simpósios temáticos, palestras plenárias de pesquisadores sênior provenientes de instituições de renome na área.

Neste ano, serão seis palestras de cientistas dos Estados Unidos (MIT, NASA e Laboratório Nacional de Argonne), França (Campus Minatec de inovação em micro e nanotecnologia e Instituto Jean Lamour) e Alemanha (Instituto Fraunhofer). Eles apresentarão revisões e novidades sobre diamante ultrananocristalino, óxidos multifuncionais, grafeno, nanotubos de carbono, quasicristais e outros temas de fronteira, além de compartilhar com o público casos de sucesso de transformação da ciência em inovação na área de Materiais.

Todas as plenárias vão ocorrer no Espaço Cascaes do resort Costão do Santinho. Confira abaixo algumas informações sobre as palestras e os palestrantes.

 

Science and technology of multifunctional oxide and ultrananocrystalline diamond (UNCD) films and applications to a new generation of multifunctional devices/systems. Dia 24 das 8h30 às 9h15.

Palestrante: Orlando H Auciello (Distinguished Fellow do Laboratório Nacional de Argonne). Estados Unidos. Mini CV: http://www.msd.anl.gov/auciello

Página do grupo de pesquisa: http://nano.anl.gov/

Nesta palestra, Auciello discutirá a ciência, tecnologia e engenharia de óxidos multifuncionais e filmes finos de nanocarbono (filmes de diamante ultrananocristalino) – ambos exaustivamente investigados, desenvolvidos e patenteados no Laboratório Nacional de Argonne nos últimos 15 anos.

O palestrante também abordará a integração dos mesmos em uma nova geração de dispositivos micro/nanoeletrônicos e em biossistemas e dispositivos biomédicos.

Auciello é um dos fundadores da empresa Advanced Diamond Technologies. Surgida do Laboratório Nacional de Argonne (spin-off), a empresa comercializa componentes industriais resultantes da aplicação dos filmes de diamante ultrananocristalino.

Resumo do trabalho em inglês: http://www.eventweb.com.br/xisbpmat/specific-files/manuscripts/index.php?file=xisbpmat/9292_1339166464.pdf

 

 Adhesives accelerating innovation. Dia 24 das 14h10 às 14h55.

Palestrante: Bernd Mayer (diretor do Instituto de Tecnologia de Manufatura e Materiais Avançados – IFAM – do Instituto Fraunhofer). Alemanha.

Página do grupo de pesquisa: http://www.ifam.fraunhofer.de/en.html

Nesta palestra, Bernd Mayer vai compartilhar experiências da Divisão de Tecnologia de União Adesiva e Superfícies do IFAM. O grupo trabalha orientado por grandes desafios globais, como a geração de energia com base em recursos renováveis, aquecimento global, proteção do meio ambiente, comunicação, mobilidade e miniaturização.

As atividades de pesquisa e desenvolvimento do grupo se concentram em tecnologias de adesivos e de tratamentos de superfície (a plasma, anticorrosão e tintas, entre outros).

A fim de transformar invenções em inovações, é necessário integrar novas tecnologias nos processos de produção industrial, garantindo custos convenientes e qualidade constante.  Nesta plenária, Mayer apresentará exemplos dessa integração na área de superfícies funcionalizadas destinadas a cumprir funções tais como a redução do arrasto (drag) em aeronaves e navios. O professor também abordará ferramentas e serviços que podem ser oferecidos à industria para garantir custos e qualidade, como testes, métodos não destrutivos de caracterização e etapas de otimização.

Resumo do trabalho em inglês: http://www.eventweb.com.br/xisbpmat/specific-files/manuscripts/index.php?file=xisbpmat/8458_1338383815.pdf

 

Advances in understanding the chemistry of graphene and carbon nanotubes: fundamentals and applications. Dia 25 das 8h30 às 9h15.

Palestrante: Michael Steven Strano (Massachusetts Institute of Technology – MIT). Estados Unidos.

Página do grupo de pesquisa: http://web.mit.edu/stranogroup/

Nesta palestra, Strano abordará alguns temas de pesquisa do laboratório que ele coordena no MIT. Um deles é a influência nas interações químicas das estruturas eletrônicas 1D e 2D de nanotubos de carbono e grafeno. Strano apresentará vários novos métodos de preparação e funcionalização do grafeno.

O palestrante também revisará a modificação de nanotubos de carbono semicondutores de parede simples para modular sua emissão fluorescente em resposta a moléculas específicas, criando assim um novo tipo de sensor.

Finalmente, Strano comentará a primeira fabricação de canais de íons de nanotubos de carbono de parede simples, realizada no seu laboratório.

Resumo do trabalho em inglês: http://www.eventweb.com.br/xisbpmat/specific-files/manuscripts/index.php?file=xisbpmat/11795_1342631465.pdf

 

Materials  science,  innovation  and  industry. Dia 25 das 14h10 às 14h55.

Palestrante: Jean Charles Guibert (diretor do campus Minatec de inovação em micro e nanotecnologia). França.

Página do campus: http://www.minatec.org/en/minatec

Nesta palestra, o diretor do campus Minatec de inovação em micro e nanotecnologia, Jean Charles Guibert, apresentará casos de empreendimentos surgidos da aplicação de novas propriedades de materiais e nascidos recentemente no contexto do Minatec.

O campus reúne 2.400 pesquisadores, 1.200 estudantes e 600 profissionais da indústria e da transferência de tecnologia para transformar ideias em inovação na área de micro e nanotecnologia. Na apresentação, Guibert descreverá a estrutura que o campus oferece aos pesquisadores.

Resumo do trabalho em inglês: http://www.eventweb.com.br/xisbpmat/specific-files/manuscripts/index.php?file=xisbpmat/11796_1342634162.pdf

 

Integration science and technology of advanced ceramics for energy and environmental applications. Dia 26 das 14h10 às 14h55.

Palestrante: Mrityunjay Singh (cientista chefe do Instituto Aeroespacial de Ohio, ligado ao Centro de Pesquisa Glenn da NASA). Estados Unidos.

Página do Instituto: http://www.oai.org/

Nesta palestra, Mrityunjay Singh abordará a questão das tecnologias de integração para produzir componentes com cerâmicas avançadas, principalmente visando aplicações em sistemas do setor de energia (desde a produção até a distribuição).

As tecnologias de integração permitem a fabricação de componentes cerâmicos complexos partindo de unidades geometricamente mais simples que são subsquentemente unidas a outras unidades.  Essas tecnologias viabilizam a integração de cerâmicas a outras cerâmicas ou a metais. Um fator muito importante no desenvolvimento de sistemas integrados robustos que tenham bom desempenho sob diferentes condições de operação é a compreensão detalhada de vários fatores termoquímicos e termomecânicos.

A importância dessas tecnologias é reforçada pelo impacto potencial das cerâmicas avançadas nos setores de energia, saúde, transporte e meio ambiente.

Na palestra plenária, Singh apresentará exemplos, desafios e oportunidades da integração de cerâmicas avançadas a sistemas cerâmicos e metálicos em diversas escalas (do macro ao micro).

Resumo do trabalho em inglês: http://www.eventweb.com.br/xisbpmat/specific-files/manuscripts/index.php?file=xisbpmat/11799_1342716575.pdf

 

How complexity can help: the case of Aluminum-based intermetallics. Dia 27 das 8h30 às 9h15.

Palestrante: Jean Marie Dubois (diretor do Instituto Jean Lamour, da Universidade de Nancy). França.

Página do instituto: http://www.ijl.nancy-universite.fr/

Na palestra, o diretor do Institut Jean Lamour falará sobre um conjunto de compostos intermetálicos baseados em ligas de alumínio com metais de transição e mostrará como suas propriedades dependem da complexidade dos compostos, concluindo que esses sistemas são um exemplo de criticalidade auto-organizada.

Entre esses compostos estão os quasicristais, cuja descoberta valeu o prêmio Nobel de Química de 2011 ao israelense Daniel Shechtman.

A palestra abordará também as aplicações dos quasicristais e sua relevância para tecnologias avançadas.

Resumo do trabalho em inglês: http://www.eventweb.com.br/xisbpmat/specific-files/manuscripts/index.php?file=xisbpmat/7991_1337891769.pdf