Prêmio para trabalho da UNIFESP e UFSCAR sobre o efeito de material bioativo na consolidação de defeitos ósseos.



O trabalho intitulado “Terapia laser de baixa intensidade e scaffolds de Biosilicato® no reparo ósseo em ratos”, desenvolvido pelo pós-doutorando Paulo Sérgio Bossini sob a supervisão da professora Ana Cláudia Muniz Rennó, do Departamento de Biociências da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), campus Baixada Santista, foi premiado pela North American Association for Light Therapy (NAALT) em um congresso realizado em Palm Beach Gardens, na Flórida, no início deste ano.

O trabalho está sendo realizado em parceria com os professores Edgar Dutra Zanotto, Oscar Peitl e Ana C. M. Rodrigues e o bolsista de doutorado Murilo Crovacce , do Departamento de Engenharia de Materiais (DEMa), pesquisadores do Laboratório de Materiais Vítreos (LaMaV), e o professor Nivaldo Antonio Parizotto, do Departamento de Fisioterapia, todos da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

O objetivo do estudo premiado foi avaliar os efeitos do Biosilicato®, material bioativo desenvolvido no LaMaV DEMa-UFSCar, na consolidação de defeitos ósseos induzidos em tíbias de ratos.

Todos os integrantes da equipe são pesquisadores principais ou colaboradores do CeRTEV (Center for Research, Technology and Education in Vitreous Materials) – um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) aprovados neste ano pela Fapesp.


Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *