Nota Pública da Sociedade Brasileira de Pesquisa em Materiais (SBPMat).



A diretoria e o conselho da Sociedade Brasileira de Pesquisa em Materiais (SBPMat) conclamam a Assembleia Legislativa de São Paulo e o governador Geraldo Alckmin a reverterem o corte no repasse de recursos para a FAPESP, de 1% para 0,89% da arrecadação do Estado, realizado ao final de 2016 para o orçamento de 2017.

O corte é extremamente preocupante por ao menos dois motivos:

i) trata-se de uma decisão grave e lesiva ao desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil. Além disso, esse precedente abre as portas para que novas alterações venham a ocorrer no futuro, dificultando à FAPESP o planejamento de seus investimentos em pesquisas básica e aplicada.  No médio prazo, isso enfraquece a instituição que hoje tem uma estrutura sólida e que serve de modelo a outras similares no país. A admirada FAPESP, no país e no exterior, foi fruto do esforço de todos os paulistas com o apoio dos governantes do estado desde 1960. Graças ao apoio da FAPESP, o Estado de São Paulo é hoje responsável por cerca de metade de toda a produção científica do Brasil, e tem indicadores de desempenho que se aproximam dos países desenvolvidos.

ii) a diminuição em cerca de 10% no orçamento da FAPESP trará prejuízos a centenas de projetos de pesquisa e inovação, assim como à formação de recursos humanos em ciência e tecnologia. O enfraquecimento da atividade de pesquisa, com certeza, acarretará impactos negativos ao desenvolvimento econômico e social do Estado de São Paulo e do Brasil, no médio e longo prazos.

Na expectativa de que o corte possa ser rapidamente revertido, ressaltamos que só o conhecimento pode gerar o desenvolvimento para construir uma sociedade igualitária. Especialmente em momentos de crise, isso somente será obtido investindo-se em educação, ciência, tecnologia e inovação.

A SBPMat se coloca à disposição para apresentar os impactos diretos da FAPESP nas pesquisas em materiais desenvolvidas no Estado de São Paulo, bem como apresentar os efeitos diretos na economia e inclusão social do Estado.

Diretoria e Conselho da SBPMat


Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *