Bolsa de Pós-Doutorado FAPESP na área de Ensino de Físico-Química.



Resumo

O Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da Universidade de São Paulo (USP) está oferecendo uma bolsa de pós-doutorado vinculada ao Projeto Temático – FAPESP “Estudo e aplicação da tecnologia eletroquímica para a análise e a degradação de interferentes endócrinos: materiais, sensores, processos e divulgação científica” coordenado pelo Prof. Dr. Marcos Lanza.

O projeto visa a produção de novos materiais com atividade eletrocatalítica e a sua aplicação em sensores eletroquímicos de análise e em processos avançados de tratamento de efluentes. Além da divulgação dos conhecimentos científicos produzidos para os pares por meio de artigos científicos, a disseminação dos resultados obtidos ocorrerá também por meio da divulgação científica. Através da produção de material didático para melhoria do ensino de físico-química na Educação Básica e da realização de exposições interativas abertas a estudantes e à população em geral, espera-se despertar o interesse por ciência, especialmente entre jovens em idade escolar.

Requisitos

O(a) candidato(a) deverá atuar no desenvolvimento de pesquisas sobre divulgação científica e o ensino de físico-química na Educação Básica (alunos(as) com idade entre 10 e 18 anos). Nesse sentido, espera-se que o(a) bolsista saiba delinear questões de pesquisa e projetar estratégias de coleta de dados que possibilitem desenvolver atividades de divulgação científica e de educação química com publicação dos resultados em periódicos nacionais e internacionais da área de Educação Química.

Deve ter disponibilidade imediata para residir em São Carlos/SP e ter concluído o doutorado há menos de 7 anos.

Caso seja selecionado, o candidato terá uma bolsa de pós-doutorado da FAPESP (www.fapesp.br/270) no valor mensal de R$ 7.174,80 (aproximadamente US$ 1,700.00 dólares americanos por mês) por 24 meses.

As inscrições devem ser feitas através do e-mail marcoslanza@usp.br para o supervisor, Prof. Dr. Marcos Lanza, até o dia 01/03/2019. Devem ser anexados ao e-mail os seguintes documentos:

1) Curriculum Vitae contendo a formação acadêmica e publicações (máximo de 4 páginas). Deve-se comprovar experiência em publicações internacionais e em atuação na área de Físico-Química e de Educação.

2) Carta do candidato justificando o interesse sobre a vaga (máximo de 200 palavras).

3) Plano de trabalho de duas propostas de pesquisa relacionadas aos temas de divulgação científica e Educação Química deste projeto contendo objetivo, referencial teórico, instrumentos de coleta de dados e periódico internacional de interesse para submissão (máximo de 5 páginas).


Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *